Mundo

Coreia do Sul aprova uso do antiviral remdesivir contra o coronavírus

Coreia do Sul aprova uso do antiviral remdesivir contra o coronavírus

A Coreia do Sul foi um dos primeiros países afetados pela COVID-19, mas controlou a epidemia com medidas rígidas e graças à colaboração da população - AFP

A Coreia do Sul autorizou nesta quarta-feira (3) o uso do antiviral remdesivir para tratar os pacientes de coronavírus.

De acordo com uma pesquisa do governo sul-coreano, o remdesivir é “clinicamente significativo” para reduzir o tempo de recuperação dos pacientes, informou o ministério da Segurança Alimentar e Médica.

O governo vai colaborar com a empresa Gilead Sciences para importar o medicamento, mas não informou o preço nem as quantidades.

O governo dos Estados Unidos autorizou o uso do remdesivir em maio, assim como o Japão. A Europa examina a possibilidade de fazer o mesmo.

A Coreia do Sul foi um dos primeiros países, depois da China, afetados pela COVID-19, mas controlou a epidemia com medidas rígidas e graças à colaboração da população.

O país tem 11.590 casos confirmados e 273 mortos. Mais de 800 pacientes permanecem em tratamento ou observação.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior