O presidente Lula da Silva – que vai sair à reeleição, como revelamos – deixou para trás o Paz e Amor e saiu da cadeia com o fígado ardendo para se vingar de adversários. Seu novo alvo é Romeu Zema (NOVO), o governador de Minas Gerais. Lula não esquece seus ataques na campanha contra ele e o PT. Derrotar qualquer candidato do governador à sua sucessão e um projeto nacional de Zema é uma das prioridades. Minas é o 2º maior colégio eleitoral do Brasil e fiel da balança para eleição presidencial. O plano do petista começou forte, porém com garantido efeito colateral para o PT. Lula rifou Zema da renegociação da dívida bilionária de Minas com a União. Chama à mesa nos próximos dias, para fazer essas contas, o ministro de Minas e Energia, senador Alexandre Silveira, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco – ambos do PSD. Também potenciais candidatos ao Governo de Minas. O que hoje é uma mão amiga, pode se tornar um grande tiro no pé para o presidente em 2026 junto ao maior partido aliado.

Presidente rifa governador de Minas da renegociação da dívida do Estado, e abre espaço à mesa para potenciais sucessores, por enquanto aliados

O lixo nosso de cada dia só piora

O lixo urbano sempre foi problema de pequenas e grandes cidades – e seus contratos, idem. Vide denúncias variadas em capitais nas últimas décadas, que resultaram em operações até da Polícia Federal. Atividades estranhas se repetem no interior. Na pequena Itaguaí, Estado do Rio, o prefeito Rubão assinou oito aditivos para a Plural Serviços, que até 2020 recebia R$ 13,2 milhões pela operação e, na sua gestão, agora pulou para R$ 22,4 milhões. Rubão era o presidente da Câmara de Vereadores que cassou o então prefeito Charlinho, há três anos, por denúncias contra a mesma… Plural, essa que agora ganha 67% a mais na nova administração.

Garimpando problemas

Mauro Mendes: projeto de colocar no campo famílias com vocação para a produção agrícola em pequena escala
O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (Crédito:Keiny Andrade)

Um dos governadores mais ricos, Mauro Mendes, de Mato Grosso, se viu nos últimos dias em apuros. A PF fez buscas na casa do filho, Luís Mendes, em operação que investiga contrabando de mercúrio para garimpos de empresas da família. Agora, o MPF acompanha com lupa o certame de 200 mil computadores para o Estado a estupendos R$ 325 milhões.

A agenda ofensiva do casal Bolsonaro

Advogado de Michelle Bolsonaro deixa caso das joias sauditas; saiba motivo
Michelle e Jair Bolsonaro (Crédito:Reprodução/AFP)

O ex-presidente Jair Bolsonaro começou cedo sua vendeta contra a inelegibilidade sentenciada pelo TSE. Livre para fazer aparições públicas, inicia série de visitas a capitais em atos político-partidários do PL a fim de colocar nas ruas o projeto de eleger centenas de prefeitos em cidades importantes. Mas dissocidado da agenda da esposa, Michelle, para não lhe dar problemas eleitorais. Dia 15 de dezembro, o casal desembarca em Curitiba. No mesmo dia ela protagoniza um palco, sem o marido, num encontro do PL Mulher para 3,5 mil simpatizantes. Na manhã seguinte, Bolsonaro faz evento para seus seguidores.

Lira traça sua rota para o poder

Senador Agnaldo Ribeiro
Deputado federal Agnaldo Ribeiro

Inevitável associar as decisões do presidente da Câmara, Arthur Lira, a planos que o levam ao Poder. Ele quer votar a Reforma Tributária fatiada com a “cortina de fumaça” de que aprovaria só o que é consenso. Nisso, negocia outro ministério. O jogo é combinado com o deputado federal e ex-desafeto Agnaldo Ribeiro (PP-PB). A dupla é parceira desde que derrubou o deputado Mário Negromonte da liderança do Progressistas e alçou Ciro Nogueira à presidência no lugar de Francisco Dorneles. Mas hoje, Nogueira e Lira não se bicam. O Lira pós-Câmara terá um ministério ou será presidente do Progressistas.

Bomba prestes a explodir na praça

Há chiadeira nas ruas de postos bandeirados (marcas das grandes distribuidoras), por regras que amarram os donos dos estabelecimentos e nas quais só as fornecedoras lucram. Os bandeirados representam 50% dos instalados, e as três grandes distribuidoras respondem por 65% do combustível.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

O gá$ de Vaca Muerta

A eleição de Javier Milei para presidente da Argentina deixa tensa a indústria do cone Sul. O país tem a segunda maior reserva de gás do mundo, campo de Vaca Muerta, e ele citou que pretende privatizá-lo. A reserva nas mãos do Estado – ou seja, de Sergio Massa, derrotado – garantiria barganha com o Governo do Brasil e melhor preço.

Deu curto-circuito

Gigante do setor de eletrônicos no País, a Multilaser sofreu baque. Mais de 112 mil produtos seus foram lacrados em operação da Agência Nacional de Telecomunicações. O centro de distribuição teve visita inesperada de fiscais da Anatel para combate à pirataria. As mercadorias lacradas passam de R$ 2,3 milhões em valor de venda.

NOS BASTIDORES

Uma Teresina global?

Governador do Piauí, Rafael Fonteles está com dinheiro. Em busca de investimentos para o Estado, abriu escritório de representação nos EUA, Portugal, China e.. Estônia.

Ninho em chamas

Fogo no PSDB, rachado desde que João Doria tentou se candidatar. Eduardo Leite quer ser presidente do Brasil, mas não combinou com diretórios. Para tucanos, é caso para Aécio Neves, que “o inventou”.

PIX: Chave pistola

O Rio de Janeiro é uma cidade surreal quando o tema é violência. Um assaltante armado ordenou a quatro vítimas R$ 300 em PIX (isso mesmo, identificado), dentro de ônibus na Barra da Tijuca, na última sexta. A Coluna tem o B.O. da Delegacia.

Boleto? Não, não..

A Light vive caso curioso no Rio. A despeito dos problemas, é obrigada a assistir a passeata de moradores da Rocinha cobrando energia. É uma das favelas onde mais existem “gatos” em postes da cidade.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias