Esportes

Contra Palmeiras, Atlético-GO tentará manter bom retrospecto diante de paulistas

O Atlético-GO tem sido uma pedra no sapato dos paulistas no Campeonato Brasileiro. E o time goiano tentará dificultar as coisas para o Palmeiras neste domingo, às 16 horas, no estádio Olímpico, em Goiânia, pela 18ª rodada, a penúltima do primeiro turno.

O retrospecto em positivo e anima o time goiano, que empatou sem gols com o Corinthians na Neo Química Arena. Em Goiânia, o time rubro-negro venceu o Red Bull Bragantino, por 2 a 1 e bateu o Santos por 1 a 0 na Vila Belmiro, por 1 a 0. O único paulista que não deu chance ao Atlético foi o São Paulo, que venceu por 3 a 0.

Para o duelo contra o Palmeiras, o técnico Eduardo Souza tem apenas uma dúvida no meio campo. Matheus Vargas, Matheus Frizzo e Gabriel Baralhas disputarão a vaga deixada pelo suspenso volante Willian Maranhão.

O treinador ainda poderá contar com as voltas do lateral-esquerdo Nicolas e do meia-atacante Gustavo Ferrareis que ficaram de fora do empate, por 1 a 1, com o Athletico-PR.

“Trabalhamos bem nessa semana. Temos uma dúvida, porque treinamos com o Matheus Vargas, com o Frizzo e também com o Baralhas, que chegou recentemente. Basicamente é esta a dúvida”, confirmou o técnico Eduardo Souza.

Vindo de três jogos sem derrota, o Atlético-GO ocupa a nona colocação com 22 pontos.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel