Esportes

Contra o maior rival em grande fase, Vasco tenta quebrar tabu, manter a invencibilidade e confirmar evolução

Cruz-Maltino está invicto sob as ordens de Marcelo Cabo, mas terá pela frente o bicampeão brasileiro. Time tenta comprovar que vive momento de alta a caminho da Série B

Contra o maior rival em grande fase, Vasco tenta quebrar tabu, manter a invencibilidade e confirmar evolução

e tenta seguir vivo no Campeonato Carioca (Rafael Ribeiro / Vasco)


É o primeiro Clássico dos Milhões deste ano. Talvez seja o único. Com tamanha diferença nos objetivos de cada um para a temporada, pode não parecer, mas tem coisa importante em jogo para o Vasco: a começar pela manutenção invencibilidade do novo técnico, Marcelo Cabo. E ela vai passar pela atuação diante daquele que pode ser o adversário mais forte que o Cruz-Maltino terá na temporada.

A comparação é triste para o torcedor vascaíno, mas a distância é real. Se o Flamengo conquistou a Supercopa do Brasil há menos de uma semana e é o atual bicampeão brasileiro… é a referência técnica. Mas é claro que estamos falando de um clássico. E é num jogo diferente como os clássicos são que a diferença teoria pode se dissipar.

O Cruz-Maltino se reforçou da última temporada para a atual. A experiência desejada pelo departamento de futebol foi obtida e há quem diga que o time que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro é melhor que o que foi rebaixado. Ernando e Zeca vão jogar; Marquinhos Gabriel e Morato também foram titulares no último jogo; Galarza e Gabriel Pec são as melhores notícias dentre os jovens.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



A equipe de Marcelo Cabo tem mostrado evolução jogo a jogo. Primeiro na parte física, depois no entrosamento entre os titulares que eram alternadamente poupados. Falta o encaixe defensivo no jogo aéreo, mas o treinador está invicto até aqui: em oito jogos, três vitórias e cinco empates – as duas derrotas foram com um time sub-22, comandado por Diogo Siston, da equipe de juniores.

A invencibilidade vale pouco se constatado o início de temporada. Mas valerá muito mais se a vitória sobre o maior rival for obtida e o tabu de quase cinco anos sem vencê-lo for quebrado.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS