Economia

Consumo interno de alumínio recua 8,5% em 2015, diz Abal

A demanda interna por produtos transformados de alumínio recuou 8,5% em 2015 em relação ao volume consumido em 2014, de acordo com dados da Associação Brasileira do Alumínio (Abal). Segundo a entidade, o consumo doméstico em 2015 foi de 1,308 milhão de toneladas. Em 2014, o total foi de 1,429 milhão de toneladas consumidas.

“O desempenho da economia e, em especial, de alguns setores consumidores importantes, foi extremamente desfavorável”, afirma o presidente executivo da Abal, Milton Rego, por meio de nota.

Em 2015, a indústria do alumínio exportou US$ 3,94 bilhões FOB (do termo em inglês “Free on Board”), mesmo valor de 2014. As importações sofreram queda de 12,2% de um ano para o outro, para US$ 1,764 bilhão. O saldo da balança comercial em 2015 no setor foi de US$ 2,177 bilhões FOB, o que representa um aumento de 12,7% em relação a 2014.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel