Mundo

Consumo de hidroxicloroquina na Itália cresce 4.662%

Consumo de hidroxicloroquina na Itália cresce 4.662%

Comprimido de hidroxicloroquina em farmácia de Provo, Utah, em 15 junho de 2020 - AFP/Arquivos

ROMA, 29 JUL (ANSA) – O consumo de hidroxicloroquina na Itália cresceu 4.662% durante o auge da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta-feira (29) pela Agência Italiana de Medicamentos (Aifa).

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O estudo analisa a variação no consumo de remédios empregados para tentar tratar a Covid-19, comparando o período entre março e maio de 2020 com os dados de dezembro de 2019 a fevereiro deste ano, antes de a pandemia se alastrar pela Itália.

Segundo o relatório, o consumo de hidroxicloroquina foi o que mais cresceu durante a crise, saltando de uma média de 0,01 (valor arredondado) caixa para cada 10 mil habitantes para 0,60.

A hidroxicloroquina é usada para tratar pacientes de malária e lúpus e foi empregada em terapias experimentais contra a Covid-19, mas diversos estudos já mostraram que o medicamento não tem efeitos significativos na cura da doença.

Outros remédios cujo consumo cresceu durante a pandemia na Itália são a azitromicina (+195%), usada contra infecções respiratórias; os antirretrovirais lopinavir e ritonavir (+98%); e a anakinra (+74%), empregada para tratar artrite reumatoide.

No caso da hidroxicloroquina, o pico se deu em abril, com índice de 0,93 caixa para cada 10 mil habitantes, cifra que despencou para 0,28 no mês de maio. Além disso, segundo a Aifa, o consumo do medicamento cresceu 111,84% quando se leva em conta apenas as aquisições em farmácias públicas e privadas para uso pessoal.

A média saltou de 0,68 caixa para cada 10 mil habitantes entre dezembro e fevereiro para 1,44 entre março e maio. (ANSA).

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea