Esportes

Conmebol pede à Fifa para adiar início das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa

A Conmebol anunciou na noite desta quarta-feira que solicitou à Fifa para adiar o início das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar, em 2022. Em carta endereçada à secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, a entidade sul-americana alegou que o surto de coronavírus em nível global pode atrapalhar a realização das primeiras partidas da competição.

“O início das Eliminatórias Sul-Americanas se encontra prevista para a semana do dia 22 de março, e as seleções sul-americanas se encontram diante da possibilidade de não poder contar com jogadores convocados oriundos da Europa. Vindo de países com um alto índice de contágio, eles poderiam ser colocados em quarentena, o que impossibilitaria que os mesmos se encontrem à disposição de suas seleções nacionais”, escreveu a Conmebol, em comunicado.

A entidade afirmou que falava em nome dos dez países membros da Conmebol: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. “Pelo exposto, a Conmebol pede a consideração da Fifa em relação à solicitação de adiar o início das Eliminatórias pelos motivos expostos e com o objetivo de proteger a saúde de toda a família do futebol.” A Fifa ainda não se manifestou sobre o pedido da Conmebol.

Pelo planejamento inicial das Eliminatórias, o Brasil estrearia nas Eliminatórias no dia 27 de março, contra a Bolívia, na Arena Pernambuco, no arredores do Recife. Na sequência, enfrentaria a seleção do Peru, desta vez fora de casa, em Lima, no dia 31. Pela programação inicial da CBF, os jogadores deveria se apresentar entre os dias 22 e 23 deste mês, diretamente na capital pernambucana.

Na sexta-feira passada, o técnico Tite havia convocado 24 jogadores para as duas partidas. Entre os destaques da lista estão o volante Bruno Guimarães, do Lyon, e o trio de jogadores do Flamengo. Guimarães foi único estreante da relação. Da equipe carioca, foram chamados Everton Ribeiro, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

Uma das baixas da lista foi o goleiro Alisson, que havia acabado de se machucar, no Liverpool. Com o adiamento dos jogos, é possível que o titular da seleção brasileira esteja recuperado a tempo de entrar em campo na estreia do time nacional nas Eliminatórias.

Pouco após o anúncio da convocação, o coordenador da seleção, Juninho Paulista, afirmou que a CBF estava acompanhando a evolução do coronavírus pelo mundo para avaliar medidas de segurança para a saúde dos atletas brasileiros.

“Sabemos que os jogadores chegarão de diversos países e tomaremos as medidas necessárias para preservar o bem-estar dos jogadores e da comissão técnica”, dissera Juninho.

Os laterais Alex Sandro e Danilo, por exemplo, se juntariam à seleção vindos da Itália, epicentro do surto na Europa. Ambos jogam pela Juventus.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel