Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O ala brasileiro Gui Santos teve uma noite mágica na última quinta-feira (23/6). O jovem atleta brasileiro foi escolhido pelo atual campeão da NBA, o Golden State Warriors, na 55ª posição da maior liga de basquete do mundo. Ele vai dividir os vestiários com estrelas como Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green em um time que faz história desde a segunda metade da última década com quatro títulos.

Além dos astros, Gui Santos deve contar com uma ajuda essencial neste processo, já que o ex-jogador brasileiro Leandrinho Barbosa é um dos auxiliares técnicos do Golden State Warriors. E mais: os dois atuaram juntos pelo Minas Tênis Clube no NBB de 2019. Gui Santos é o 16º brasileiro a ser selecionado para franquias da NBA, sendo que dois deles jogaram na última temporada (2021/22): Raul Neto (Washington Wizards) e Didi Louzada (New Orleans Pelicans e que depois foi trocado pelo Portland Trail Blazers).

O jogador de 2,02 metros e que completou 20 anos no último dia 20 de junho destacou a emoção de ser selecionado pelos Warriors. Apesar de ser escolhido, Gui Santos ressaltou que já estava desistindo uma vez que o draft já estava na reta final quando seu nome foi chamado pelo comissário da NBA, Adam Silver.

-Eu estava no quarto já, achei que não ia dar mais, estava indo dormir, esfriar a cabeça. Aí meu agente, Aylton, me ligou e disse ‘vai pra sala agora e liga a TV! Conseguimos!’. E eu falei ‘não brinca comigo assim, não’. E aconteceu! Eu nem esperava mais… E de repente os Warriors me escolhem! Nem sei o que dizer. É muito mais do que um presente, é um sonho que está se realizando. É o melhor presente de aniversário que eu já ganhei. Um sonho meu, da minha família, dos meus amigos- disse o novo jogador brasileiro da NBA.

Em entrevista ao site Jumper Brasil, Gui Santos se mostrou muito empolgado em fazer parte do elenco do Golden State Warriors.

-Vai ser incrível. Eu estava vendo esses caras na TV esses dias e, quando entrar lá, estarei com todos eles. Nem acredito. É loucura! Estamos falando da NBA, da maior liga do mundo e isso pra mim é incrível. Não tem degrau maior (no basquete)- comentou o jogador que será o quarto brasileiro a integrar a equipe do Warriors, após Anderson Varejão, Leandrinho Barbosa e Scott Machado.

Gui Santos o 16º brasileiro a ser selecionado para franquias da NBA, sendo que dois deles jogaram na última temporada (2021/22): Raul Neto (Washington Wizards) e Didi Louzada (New Orleans Pelicans e que depois foi trocado pelo Portland Trail Blazers).

Já bem cotado neste draft, Gui Santos viajou para a Flórida (EUA) a fim de se preparar para o draft. Ele participou de treinos com dez equipes da NBA. O brasileiro realizou treinamentos com Orlando Magic, Boston Celtics, Charlotte Hornets, Portland Trail Blazers, Los Angeles Clippers, Phoenix Suns, Sacramento Kings, Cleveland Cavaliers, Houston Rockets e Golden State Warriors.

-Fiz bons treinos e treinei bem lá. Me senti muito bem. E encontrei com o Leandrinho também, com quem joguei em Minas. Foi especial. Deixei tudo o que eu tinha nos treinamentos, foi muito intenso, um período de exaustão, de entrega, mas valeu muito a pena”, destacou o brasiliense.

Trajetória no basquete

Natural de Brasília, Gui Santos é filho do ex-jogador de basquete Deivisson Santos, que teve passagens no Brasil por Franca, Araraquara, São José e Minas Tênis Clube. No clube mineiro, Deivisson atuou de 1998 a 2003, quando conheceu a estrutura e o trabalho da equipe e acreditou que o trabalho multidisciplinar realizado pelo Minas Tênis Clube seria ideal para o desenvolvimento esportivo do Gui Santos.

Gui Santos chegou ao Minas Tênis Clube em 2018 aos 15 anos, tendo passado por várias categorias de base, além de ter passado por diversas competições e a Liga de Desenvolvimento do Basquete (LDB), competição nacional para jovens abaixo de 20 anos. Bem jovem, o atleta disputou três jogos no NBB 2018/19, quatro na edição seguinte da competição e teve um salto a partir do ano passado, quando passou a ser um dos destaques do time. Naquela edição, ele foi eleito o “Destaque Jovem” e “Jogador de Maior Evolução” do NBB e também acumulou convocações para a Seleção Brasileira de basquete.

Nesta temporada, Gui Santos foi peça fundamental na conquista da Copa Super 8, primeiro título nacional da história minastenista. No NBB, teve médias de 10.1 pontos por jogo, 5.1 rebotes e 2 assistências, levando a equipe ao terceiro lugar das duas competições. As boas atuações renderam o prêmio de melhor sexto homem do campeonato.

O presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago celebrou o feito do minastenista.

-A escolha do Gui Santos no Draft da NBA mostra que o Minas está cumprindo o seu papel como Clube Formador. O Atleta chegou na nossa base em 2018, teve um ótimo desempenho, jogou quatro anos na equipe de ponta e agora está sendo selecionado para compor um dos times da NBA, liga de basquete mais forte do mundo- afirmou.

Jogador do Portland Trail Blazers, Didi Louzada enalteceu a escolha do jogador no seu perfil no Instagram. “Muito feliz por você, meu menino! Te amo. Voa!”.