Cultura

Conheça a cidade de Cortina d’Ampezzo,sede dos Jogos de 2026

SÃO PAULO, 22 JUL (ANSA) – Cercada por belas montanhas e popular entre os apaixonados pelo esqui, a cidade de Cortina d’Ampezzo, na região do Vêneto, será ao lado de Milão, na Lombardia, uma das cidades sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026.   

A cidade possui pouco mais de 5,8 mil habitantes e é carinhosamente apelidada de “Rainha das Dolomitas”. Cortina d’Ampezzo é tão famosa pelos esportes na neve, que irá receber pela segunda vez a competição, tendo sido a primeira em 1956.   

Cortina d’Ampezzo também possui diversas trilhas para caminhadas e o turista pode visitar um estádio construído para os Jogos de 1956. O local é aberto para o público e conta com uma vasta área de patinação. A arena também costuma receber shows musicais.   

Outro radical passeio em Cortina é dar uma volta pela cidade com as famosas motos de neve.   

Para os visitantes que não possuem muita intimidade com os esquis, a rua Corso Italia, a principal da cidade, é recheada de lojas, cafés e construções antigas. As charmosas casas e suas varandas floridas também chamam atenção.   

Os turistas que optarem por um passeio mais cultural, o centro da cidade possui alguns museus. Além de um paleontológico e outro que mostra as tradições da região, o dedicado a Grande Guerra é um dos mais famosos. O local conta com detalhes e objetos dos soldados do confronto entre os exércitos italiano e do Império Austro-Húngaro.   

A Basílica de São Felipe e Tiago, que foi construída no século 17, bem como as igrejas de Nossa Senhora da Defesa e de San Francesco também estão entre as principais rotas turísticas da cidade.   

As comidas típicas de Cortina são muito tradicionais e ainda levam os nomes alemães. Um dos mais famosos é o casunziei, uma massa recheada com beterraba e temperada com manteiga, muito semelhante ao ravioli. Outro prato leva carne de cervo com frutas vermelhas e batatas.   

Já para os amantes de doces, a cidade traz como uma de suas principais sobremesas o strudel de maça. Outro prato famoso é o krapfen, que são pequenas roscas recheadas com creme.   

De acordo com a Agência Nacional do Turismo (Enit), Cortina d’Ampezzo recebeu em 2018 mais de 112 mil visitantes estrangeiros, um aumento de 41,3% em relação ao ano anterior.   

Além disso, a cidade obteve um faturamento de 80 milhões de euros.(ANSA)