Economia

Confiança do empresário industrial fica estável em outubro, revela CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) ficou estável em outubro, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em uma escala na qual valores acima dos 50 pontos apontam otimismo, o indicador oscilou de 59,4 pontos em setembro para 59,3 pontos em outubro – mantendo a posição bem acima da medida histórica 54,5 pontos.

“A alta da confiança veio com os avanços da reforma da Previdência na Câmara em julho. Avanços adicionais na agenda das reformas alavancarão ainda mais a confiança do empresário da indústria”, afirmou, em nota, o gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

A estabilidade no indicador principal decorre de movimentos distintos nos principais componentes do Icei. As respostas dos empresários sobre as condições atuais da economia e de suas empresas melhoraram 0,2 ponto, passando de 51,9 pontos para 52,1 pontos.

Já as respostas sobre as expectativas para os próximos seis meses tiveram uma piora em 0,4 ponto, passando de 63,2 pontos para 62,8 pontos – ainda distantes da marca divisória dos 50 pontos.

“Ambos índices continuam bem acima do registrado em outubro de 2018. Nessa comparação, o Índice de Condições Atuais cresceu 6,3 pontos, enquanto o Índice de Expectativas aumentou 5,0 pontos”, destacou a CNI, no documento

Veja também

+ Neto de Elvis Presley é encontrado morto, diz site
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol
+ Filho de David Beckham fica noivo de atriz filha de bilionário
+ Royal Enfield Interceptor 650 a moto mais vendida no Reino Unido
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior