Edição nº2594 13/09 Ver edições anteriores

Compromisso

Réu maior
Compromisso

Logo no início do ano, Antonio Palocci terá mais um compromisso: vai depor aos procuradores da Operação Greenfield sobre as fraudes investigadas em fundos de pensão. Os depoimentos podem atingir o Petrus (Petrobras), o Funcef (Caixa Econômica Federal) e o Previ (Banco do Brasil). Lula — que já cumpre pena no caso do tríplex ­— certamente será mais uma vez citado pelo seu ex-ministro.

Judiciário
Nova era

Já tendo produzido estragos significativos no Executivo, no Legislativo, no Ministério Público e no Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, as explosivas descobertas da Lava Jato e seus desdobramentos se aproximam do Tribunal de Justiça fluminense. Delatores e investigações levantaram indícios graves naquela Corte. Os dados podem servir de base para novas operações. Por enquanto, nada decidido.

Banco público
Tensão pura

Altos funcionários do Banco do Brasil estão considerando antecipar suas aposentadorias por temerem a redução de seus benefícios. As ameaças têm vindo da equipe do futuro ministro Paulo Guedes. O principal alvo seria o Programa de Alternativas para Executivos em Transição (PAET), que soma um salário por ano trabalhado à bolada recebida pelos que decidem se retirar da ativa – sem prejuízo de todos os demais direitos. Para fazer jus ao ganho o interessado precisa ter, no mínimo, 30 anos de serviços prestados e 50 de idade. Antonio Maurano, vice da BB Seguros, Paulo Ricci, presidente da BBDTVM, e José Mauricio Coelho, do Previ, seriam alguns dos preocupados.

Paraná
Kit natalino

Longe do peru, do pernil e até da uva-passa, os presos da Lava Jato que cumprem pena no Complexo Médico-Penal de Pinhais (PR), incluindo o ex-todo-poderoso Eduardo Cunha, já fizeram a ceia de Natal. Cada um recebeu do Conselho da Comunidade, entidade que atende os mais de 11 mil detentos da Região Metropolitana de Curitiba, uma esfiha, um pedaço de bolo de goiabada e um copo de refrigerante. Isso sem contar a apresentação de uma dupla sertaneja. Afinal, dezembro é mês de cantoria.

Acordo de leniência
Longe do fim

O pacto assinado pela Andrade Gutierrez com a AGU e o Ministério da Transparência teve um script parecido com os demais. Durante as negociações, a construtora não admitiu sobrepreço nos 54 contratos fraudulentos com a Petrobras e demais lesados. Isso pode gerar ônus. Uma das cláusulas deixa claro que, diante de diferenças para mais, subirá o valor do acerto com o governo, que hoje é de R$ 1,489 bilhão.

Receita Federal
Sem sentido

Denny Cesare/Código19 / Agência O Globo

Uma reunião no Palácio do Planalto, na terça-feira 18, não acabou com um impasse no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Servidores da Receita se recusam a passar pelas máquinas de raios-X para entrar na área restrita do terminal, de acordo com norma que vale para todos. Uma liminar que os liberava caiu na Justiça, mas a reação foi absurda. Com isso, só aumentam os atrasos nos embarques e desembarques de passageiros e na liberação de mercadorias.

Brasil
Bem cedo

Michel Temer e Torquato Jardim assinaram um decreto indicando ao Senado a renovação do mandato de Luiz Fernando Bandeira de Melo Filho no Conselho Nacional do Ministério Público. O ato é incomum, pois seu mandato só acabaria em 25 de setembro de 2019. Bandeira de Melo foi escrivão de Ricardo Lewandowski no processo de impeachment e um dos responsáveis por dar respaldo jurídico à manutenção dos direitos políticos de Dilma Rousseff. Homem de bons relacionamentos, em 2019 ele estará privado da constante companhia do atual presidente do Senado, Eunício Oliveira, que não se reelegeu.

Segurança
Em boa hora

J.F.DIORIO/AE

O Inmetro prepara para o começo do próximo ano uma grande ação de fiscalização dos cilindros usados nos carros a gás. Há 20 anos, a novidade surgiu no Brasil. O período coincide com o prazo de validade dos tanques. Além da campanha para sensibilizar os consumidores, o órgão planeja implantar um chip nos novos cilindros, o que impediria o abastecimento em postos, diante de qualquer anomalia no equipamento.

Agricultura
Solidariedade aos bois

Cerca de 18 milhões de doses de vacina contra febre aftosa estão à disposição de Nicolás Maduro. Só no mês passado, o governo Michel Temer e laboratórios privados doaram 2,5 milhões de doses ao país vizinho, único nas Américas não reconhecido como livre da aftosa. O rebanho venezuelano tem cerca de 15 milhões e 450 mil cabeças. O estoque será entregue de graça a criadores privados, sob a custódia da Panaftosa, órgão ligado à Organização Mundial da Saúde.

Indústria
Alta genérica

As vendas de genéricos no Brasil cresceram 15% de janeiro a novembro, em comparação com o mesmo período do ano passado. As indústrias faturaram cerca de R$ 8 bilhões, respondendo por aproximadamente 14% do mercado nacional de medicamentos. A tendência é que a taxa continue subindo. O levantamento é da IQVIA, empresa que audita o setor no País.

Varejo
Melhor cenário

Às vésperas do Natal, a Associação Comercial de SP divulgará o Índice Nacional de Confiança do Consumidor. Baseado nas expectativas sobre emprego, renda e consumo de bens, o termômetro bateu 94 pontos em dezembro. O melhor resultado desde agosto de 2016 (68), no impeachment de Dilma. A pesquisa é elaborada pelo Instituto Ipsos, com 1,2 mil entrevistas em 72 municípios.

Meio ambiente
Fim do mistério?

Jales Valquer/Fotoarena/Folhapress

Já tem nome um dos primeiros programas a ser implantado pelo futuro ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O Ibama Digital quer informatizar 100% dos processos ambientais, a fim de saber como são aplicadas as multas do órgão, considerado uma “grande caixa preta”, nas palavras de Jair Bolsonaro. O sistema está sendo negociado com a nova Secretaria de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, comandada por Paulo Uebel. A ideia é fazer uma varredura nas infrações para acabar com qualquer tipo de achismo.

Reformas
Falta de lógica

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Moreira Franco é um dos autores da tese pregada por Temer de que os ajustes na previdência não ocorreram por ação de “forças contrárias”. Pior ainda é botar a culpa na imprensa e na gravação de Joesley Batista. o que faltou foi lastro político.

Arte 24h

Divulgação

É quase impossível cruzar as ruas de qualquer cidade sem se deparar com grafites. A exposição coletiva “De fora pra dentro” capta as criações de cinco artistas desse gênero e as leva para o Centro Cultural Correios Rio de Janeiro. A mostra vai de 6 de fevereiro a 24 de março. Os artistas são Bruno Bogossian BR, Gais AMA, Marcelo Macedo MACK, MATEU Velasco e Rodrigo VILLAS. A curadoria é do carioca Carlos Eduardo Bertão e o design expográfico e a iluminação, do fotógrafo Ale Teixeira. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro recebeu 300 mil visitantes em 2018.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.