Como, quando e qual deve ser o 1º alimento na introdução alimentar do bebê?

Crédito: Pixabay

(Crédito: Pixabay)


Quando chega a hora de iniciar a introdução alimentar do bebê, o que não falta são perguntas e dúvidas na cabeça de todas as mães, mesmo as de 2ª ou 3ª viagem, sempre querem se atualizar. Como, quando e qual o 1º alimento a oferecer para o bebê? É um dos exemplos entre tantas outras questões que assolam a cabeça e o coração das mães (eu adoraria incluir aqui, os pais também, mas infelizmente essa não é a realidade). 

Ao longo deste mês de abril, vou trazer olhar diferente para essas 3 perguntinhas simples, que podem provocar e ampliar a forma de pensar nelas e nas diversas possibilidades de respondê-las. 

REVELADO! Conheça o guia de alimentação ideal para seu filho!

Para iniciar vamos ao como: Como oferecer o 1º alimento ao meu bebê? Que como é esse? Como preparar o alimento? Como servir o alimento? Ou o como é de: Como o bebê deve estar acomodado para receber o alimento? Como deve estar o estado emocional e psicológico da mãe no momento da introdução alimentar? Ou ainda: Como o pai pode e deve participar deste momento? Como vocês podem ver uma pergunta simples que desencadeia tantas outras.

Se falarmos de quando, a primeira resposta que vem à cabeça é a partir dos 6 meses, mas é no dia que o bebê completa 6 meses? Uma semana antes, uma semana depois? Também é  importante lembrar que existem situações em que iniciar a introdução alimentar antes dos 6 meses se faz necessário. Como por exemplo se a mãe precisa voltar ao trabalho, de maneira presencial, antes desse período. Num caso como este: Quando iniciar a introdução alimentar?


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



E finalmente chegamos ao: Qual o 1º alimento a ser oferecido ao bebê? Para responder essa pergunta é preciso pensar: Quais são os nutrientes que o bebê necessita neste momento que não são mais obtidos através do leite materno? Quais alimentos fornecem esses nutrientes?  Qual a melhor forma de absorver esses nutrientes? 

O desenrolar dessa e de tantas questões será o tema da coluna ao longo do mês de abril. Mas se você não quiser esperar, elas estão super bem colocadas no meu curso Conexão Saúde – Introdução Alimentar.   

Conheça agora o guia de alimentação ideal para seu filho

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS


Sobre o autor

Nutricionista, Formada pela USU - Rio de Janeiro em 2003, especializada em alimentação infantil. Trabalha com crianças desde 1999, quando, ainda na faculdade, dava aulas de capoeira. Em 2013 estreou como apresentadora no canal GNT dos programas Socorro! Meu Filho Come Mal, Cozinha Colorida da Kapim e, em 2018, o Socorro! Meus Pais Comem Mal. Autora de 2 livros, homônimos dos programas, um deles com mais de 60 receitas para a família toda colocar a mão na massa. Kapim é mãe de dois adolescentes muito legais e que comem superbem, Sofia (15) e Antonio (13). Nesses mais de 20 anos trabalhando com crianças, já ajudou a transformar e melhorar os hábitos alimentares de milhares de famílias, sempre buscando uma conexão saudável entre todas as partes envolvidas: pais, filhos e o alimento.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.