Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Tratar as noites de sono como uma das prioridades para saúde física e mental é essencial, visto que a falta de descanso pode desencadear em sérios problemas, como obesidade, diabetes, depressão, doenças cardiovasculares e até Acidente Vascular Cerebral (AVC). No entanto, as dificuldades para dormir são comuns e acometem cerca de 40% da população global, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

+ Só uma insônia? Dificuldade para dormir pode ser outro problema

+ É possível queimar calorias durante o sono, afirmam cientistas

Buscar alternativas para reverter a insônia também é um movimento comum entre quem a sofre. Nesse caso, opções naturais podem ser um bom ponto de partida. A aromatologista Ligia Finotti indica a aromaterapia. “Os aromas enviam sinais para o cérebro estimular a produção de hormônios que ajudam no processo de relaxamento”, explica.

Para realizar a técnica, a especialista recomenda óleos essenciais de lavanda, bergamota, camomila romana e laranja doce. Segundo ela, a medida é recomendada tanto em casos de insônia crônica quanto para quem sofre pontualmente. 

“A pessoa pode borrifar os óleos direto no travesseiro pouco antes de se deitar. Quando ela for tentar dormir, a cabeça ficará encostada no travesseiro e os aromas borrifados serão inalados. A aromaterapia acaba sendo feita durante toda a noite”, ensina.

Aromatologista Ligia Finotti (Crédito:Arquivo pessoal)

Aromaterapia para afastar pernilongos

A presença de pernilongos durante a noite também pode atrapalhar o descanso, e a aromaterapia ainda serve como uma aliada contra os insetos.

Ligia explica que os óleos essenciais de citronela, eucalipto staigeriana, cravo da índia e hortelã-pimenta são os mais indicados para afastar os mosquitos, graças as suas propriedades repelentes. “Podem ser usados em um difusor, que espalhará as substâncias por todo o cômodo”, recomenda.

Aromaterapia para auxiliar nas noites quentes

Além de atrair os insetos, o calor das noites de verão atrapalham a qualidade do sono, e nessa ocasião vale apostar em óleos essenciais ricos em mentol. 

“O mentol tem poder refrescante e atua nas nossas glândulas mascarando a sensação de calor. As glândulas interpretam esses sinais como se estivéssemos no frio, e isso ajuda a controlar a sudorese e promove um pouco de alívio”, destaca Ligia.

Para aproveitar a técnica, a aromaterapeuta ainda indica “fazer sprays refrescantes com óleos essenciais de cânfora, hortelã-pimenta e os diversos tipos de eucalipto”.