Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O próximo debate presidencial entre Donald Trump e Joe Biden, previsto para 15 de outubro, será realizado remotamente, com o republicano e o democrata colocados em lugares separados. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (7) pela comissão que organiza os debates presidenciais nos Estados Unidos (CPD). Segundo o órgão, trata-se de uma medida para “proteger a saúde e a segurança de todos os envolvidos”.

Por meio de um comunicado, o CPD disse que os dois candidatos participarão do debate “a partir de localizações remotas separadas”. No entanto, minutos depois do anúncio, o presidente Trump afirmou à Fox News que a mudança é “inaceitável” e que não “perderá tempo em um debate virtual”.

Já a campanha do republicano divulgou que fará um “comício” no dia do confronto televisivo. Após ter sido internado no último fim de semana, o magnata ainda está em recuperação da Covid-19, e a Casa Branca se recusa a informar se ele já testou negativo para o novo coronavírus depois da infecção.

Ao menos oficialmente, Trump ainda é tratado como um portador do Sars-CoV-2, o que o torna um potencial transmissor do vírus. O presidente está atrás de Biden tanto nas pesquisas nacionais como nas sondagens nos chamados “estados-pêndulo”, que costumam ser disputados voto a voto por republicanos e democratas.

O primeiro debate ocorreu em 29 de setembro e ficou marcado pelas trocas de agressões entre os dois candidatos. Também há um terceiro confronto televisivo previsto para 22 de outubro.