Geral

Comércio de rua volta a funcionar oficialmente no Rio

Após três meses de restrições em função do combate à pandemia do novo coronavírus, o comércio de rua do município do Rio de Janeiro voltou a abrir as portas a partir deste sábado, das 11h às 17h, sob autorização do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos).

O plano de flexibilização das ações de combate à covid-19 no município previa a liberação de funcionamento do comércio de rua apenas em 2 de julho, mas a medida foi antecipada por Crivella. Segundo a Prefeitura, a antecipação da abertura ocorreu após avaliação do conselho científico que assessora o prefeito em medidas relativas à pandemia.

Os salões de beleza de rua também estão liberados para funcionar no mesmo intervalo de horário dos estabelecimentos comerciais. Desde o dia 22, os salões de beleza estavam autorizados a funcionar, desde que estivessem dentro de shoppings. Os estabelecimentos de rua agora também podem reabrir, mas todos os salões só podem oferecer serviços de cabelo e manicure – depilação, design de sobrancelhas e outros serviços seguem proibidos.

As lojas devem funcionar com metade de sua capacidade de lotação e as portas abertas para ventilação do ambiente. Funcionários e clientes precisam manter distanciamento entre si, e o banheiro deve oferecer material para que o cliente lave as mãos. Já os salões de beleza podem receber, no máximo, um terço de sua capacidade total, sem fila de espera, apenas com agendamento prévio. Não é permitido que sirvam comida ou bebida.

Na prática, muitas lojas de rua já tinham voltado a funcionar na capital fluminense, embora ainda não estivessem autorizadas a abrir. Em Copacabana (zona sul), lojas de utensílios domésticos, roupas e sapatos funcionaram normalmente nesta sexta-feira, 27, véspera da liberação pela Prefeitura.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Segundo o prefeito, a curva de mortes no Rio está em queda. Segundo ele, nesta quinta-feira (25) o município do Rio teve 164 sepultamentos, enquanto que no mesmo dia do ano passado, sem a covid-19, foram 200 enterros. “Ontem, tivemos 36 sepultamentos a menos do que no dia 25 de junho de 2019, o que mostra realmente que as curvas estão caindo”, afirmou.

Crivella confirmou que a partir de 2 de julho serão autorizados a reabrir bares, restaurantes e academias de ginástica. Bares e restaurantes poderão funcionar até as 23h, e academias terão de fazer um agendamento de alunos, para evitar aglomeração.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel