ISTOÉ Gente

Comediante Sacha Baron engana grupo de extrema direita, veja vídeo

Comediante Sacha Baron engana grupo de extrema direita, veja vídeo

O ator britânico Sacha Baron Cohen em Hollywood, em julho de 2019 - AFP

O comediante Sacha Baron Cohen aproveitou sua grande experiência em disfarces para pregar uma peça em um grupo de extrema direita nos Estados Unidos. Ao se fantasiar de cantor racista e depois de jornalista, ele conseguiu transformar o evento em uma piada para a mídia, descredibilizando totalmente o grupo extremista.

+ David Brazil rebate críticas após ir em shopping na pandemia: “Hipócritas”

Sacha entrou em contato com alguns protestantes que queriam sabotar o evento, que aconteceu em Olympia, e se dispôs a fazer algo muito melhor. Ele subiu no palco, e cantou uma música sobre injetar o vírus no ex-presidente Barack Obama. Quando os organizadores perceberam e cortaram o microfone do artista, ele fugiu dentro de uma ambulância que estava posicionada ao lado do palco.

Mais tarde, no mesmo evento, Sacha se vestiu de jornalista e foi entrevistar um grupo de manifestantes extremistas que estavam lá. Veja:

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior