Esportes

Com três gols de Cano, Vasco vence o Macaé por 3 a 1 e segue vivo na Taça Rio

O Vasco está vivo na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Em dia inspirado do atacante argentino Germán Cano, que anotou os três gols dos mandantes, o time do técnico estreante Ramon Menezes venceu o Macaé por 3 a 1, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, pela quarta rodada.

O resultado positivo deixou o Vasco na terceira colocação do Grupo B com cinco pontos, um a menos do que o vice-líder Madureira, derrotado pelo Resende por 2 a 0. O Macaé, por sua vez, caiu para a sexta e última colocação com três.

O primeiro tempo foi de Germán Cano. Ele começou a brilhar aos 12 minutos, após Yago Pikachu ser derrubado na área por Vladimir. Na cobrança de pênalti, o argentino bateu firme no lado direito e não deu chances ao goleiro do Macaé.

Aos 20 minutos, Cano aproveitou chute torto de Benítez e fez de carrinho o seu segundo gol no jogo. O Macaé acordou aos 34. Alexandro cabeceou com perigo, mas Fernando Miguel fez uma grande defesa. No lance seguinte, porém, o goleiro do Vasco falhou e Jones diminuiu para os visitantes.

A alegria dos visitantes, no entanto, não durou muito. Cano aproveitou rebote e marcou mais um aos 42 minutos. Ele chegou ao oitavo gol na temporada, sendo o quinto no Campeonato Carioca. O artilheiro ainda acumula dois gols na Copa do Brasil e um na Copa Sul-Americana.

O segundo tempo foi mais tranquilo, com destaque para as substituições. No Campeonato Carioca, os clubes estão autorizados a mexerem cinco vezes cada. O primeiro grande lance de perigo foi aos 27 minutos, quando Andrey acertou a trave. Sem novas chances, o Vasco garantiu o triunfo.

Na quinta e última rodada da Taça Rio, o Vasco fará confronto direto contra o Madureira, novamente em São Januário, nesta quarta-feira. No mesmo dia o Macaé receberá o Fluminense.

FICHA TÉCNICA

VASCO 3 x 1 MACAÉ

VASCO – Fernando Miguel; Yago Pikachu, Leandro Castán, Ricardo Graça e Henrique; Andrey (Raul), Fellipe Bastos (Marcos Júnior), Vinícius (Lucas Santos) e Martín Benítez (Bruno César); German Cano e Talles Magno (Cláudio Winck). Técnico: Ramon Menezes.

MACAÉ – Jonathan; Filippe Formiga (Vinícius), Vladimir (Anderson) e André Ribeiro; Maranhão, Wagner Carioca, Gedeil (Ronan), Julinho e Anderson Canhoto; Jones (Luquinha) e Alexandro (Richard). Técnico: Charles de Almeida.

GOLS – Cano, aos 12 (pênalti), aos 20 e aos 42, e Jones, aos 35 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Wagner Carioca e André Ribeiro (Macaé).

ÁRBITRO – Grazianni Maciel Rocha.

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Telescópio Hubble é homenageado em moeda de ouro de 1 dólar
+ Tratamento desenvolvido no Brasil livra paciente do vírus HIV
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior