Esportes

Com quatro pausas desde o retorno, Fred tenta sequência no Fluminense em crise no ataque

Centroavante será opção para Odair Hellmann no jogo de volta contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil, e pode ser a referência no ataque

Com quatro pausas desde o retorno, Fred tenta sequência no Fluminense em crise no ataque

O retorno de Fred foi anunciado pelo Fluminense no dia 31 de maio. Naquele momento, o futebol ainda estava paralisado. Em quase quatro meses, porém, o centroavante enfrentou diversos problemas e não conseguiu engatar uma sequência de jogos. Recuperado da Covid-19 e liberado após cumprir os 10 dias de isolamento, o ídolo tricolor volta da quarta pausa forçada para tentar, enfim, ajudar o time de Odair Hellmann também dentro de campo.

Seja o elenco ou o treinador, em todas as entrevistas que o nome de Fred surge é unanimidade a importância do camisa 9 fora das quatro linhas, tanto pela liderança quanto pelo que representa para o clube. No entanto, não foi só a concorrência com Evanilson que freou uma volta mais próxima ao que os torcedores esperavam. O jogador, além do coronavírus, também enfrentou lesões e uma cirurgia.

Mas a necessidade por uma referência é maior do que nunca. A última partida de Evanilson antes de ser vendido ao Porto (POR) foi o empate por 1 a 1 com o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro, no Maracanã. Desde então, o Fluminense perdeu para São Paulo, Flamengo e Sport, além de uma vitória contra Corinthians e Atlético-GO, desta vez na Copa do Brasil.

Mesmo nos jogos em que saiu com um bom resultado, o maior problema foi o mesmo: a baixa eficiência no ataque. Com espaço para jogar, a falta de um centroavante pesou para os cariocas. E, mesmo que Fred não tenha as mesmas características do jovem criado em Xerém, ele pode se tornar uma alternativa mais interessante para Odair, que já testou Nenê, Marcos Paulo e Luiz Henrique na posição.

As pausas de Fred

Primeiro, ele sentiu dores no pé e logo em seguida teve um problema de visão que o obrigou a operar o olho esquerdo e ficar mais um mês fora. Depois, ele retornou para a estreia do Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, e entrou no segundo tempo. No jogo seguinte, com o Palmeiras, ganhou a chance como titular, mas precisou ser substituído aos 31 minutos por uma lesão muscular na coxa. Resultado: mais três partidas fora. Ele voltou e teve três jogos, contra Figueirense, Vasco, quando marcou o primeiro e único gol, e Atlético-GO. Em todos esses confrontos o camisa 9 entrou apenas nos últimos minutos.

Por último, veio a Covid-19. Primeiro, a esposa de Fred testou positivo e, por isso, ele foi isolado por precaução, ficando fora contra o São Paulo. Ele foi liberado após alguns testes negativos para atuar no clássico com o Flamengo, quando ficou 45 minutos em campo. No entanto, logo depois o jogador acabou tendo um exame constatando a doença. Após 10 dias fora, o veterano retornou às atividades nesta segunda-feira, no CT Carlos Castilho.

O Fluminense volta a entrar em campo nesta quinta-feira, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Atlético-GO, em Goiânia. A ida, no Maracanã, foi 1 a 0, com gol contra de João Victor. O jogo será às 20h.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar