Esportes

Com público recorde, Ceará vence Paysandu e fica perto do acesso na Série B

Com uma mão na vaga à elite do futebol nacional na próxima temporada, o Ceará jogou de forma estratégica para vencer o Paysandu por 2 a 0, nesta noite de terça-feira, no Castelão, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 63 pontos, pode se juntar a América-MG e Internacional no acesso já na próxima rodada. A vitória importante foi vista por mais de 45.197 torcedores, público recorde na competição.

O time cearense agora vai sair para pegar o Criciúma, no sábado, e na última rodada vai receber o rebaixado ABC. Só mesmo uma catástrofe para lhe tirar esta vaga. De outro lado, o Paysandu continua com 45 pontos, ainda correndo risco de cair para a Série C. No fim de semana, vai receber o rebaixado Santa Cruz. Com uma vitória se livra da queda. Senão, terá que pontuar contra o Figueirense na rodada final, em Florianópolis.

Com o apoio de sua fanática torcida, o Ceará começou mais ativo, porém, ansioso nesta terça. Aos 14 minutos, a torcida quase soltou o grito de gol num chute de Pedro Ken que explodiu no travessão do goleiro Emerson. Só que dois minutos depois, não teve como evitar o gol. Perto da grande área, o lateral Pio cobrou falta com perfeição, encobriu a barreira e acertou o ângulo: 1 a 0, aos 16 minutos.

Na frente, o Ceará tirou o pé, até mesmo para ver a reação adversária. Mas o Paysandu não teve força ofensiva. O time da casa ficou na dele, esperando o momento para contra-atacar. Mas não teve chance nenhuma.

O segundo tempo começou igual, até deixando a torcida preocupada. Aos poucos, o Ceará passou a se soltar e quase ampliou aos 19 minutos, em outra falta cobrada por Pio. Desta vez, Emerson saltou bem e espalmou para escanteio. Não adiantou muito. Na cobrança de escanteio de Ricardinho, a bola ficou quicando na área até que Élton apareceu para estufar as redes.

A festa do atacante só não foi completa porque dois minutos depois, ele se desentendeu com o zagueiro Perema. Ambos foram expulsos. O jogo também esfriou, mesmo porque o Paysandu se entregou em campo. Valeu a festa da torcida nas arquibancadas, inclusive com o grito de “olé”.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 x 0 PAYSANDU

CEARÁ – Éverson; Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário (Rafael Carioca); Richardson, Pedro Ken (Raul) e Ricardinho; Lima, Elton e Roberto (Maikon Leite). Técnico: Marcelo Chamusca.

PAYSANDU – Emerson; Ayrton, Perema, Rafael Dumas e Peri; Augusto Recife, Rodrigo Andrade (Anselmo) e Jhonnatan; Fábio Matos (Welinton Júnior), Caion (Alan Pirulito) e Bergson. Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS – Pio, aos 16 minutos do primeiro tempo. Elton, aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Éverson e Ricardinho (Ceará); Augusto Recife, Ayrton, Bergson, Peri e Rodrigo Andrade (Paysandu).

CARTÕES VERMELHOS – Élton (Ceará) e Perema (Paysandu).

RENDA – R$ 1.026.630,00.

PÚBLICO – 44.172 pagantes (45.197 total).

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).