Com novos processadores para notebooks, Qualcomm aumenta aposta contra Intel

Crédito: André Cardozo

Miguel Nunes, diretor-sênior da área de produtos para PCs da Qualcomm, apresenta os novos chips da empresa (Crédito: André Cardozo)

De Maui, Havaí *

Maior fabricante de chips para smartphones do mundo, a Qualcomm está aos poucos entrando também no mercado de processadores para PCs, dominado pela rival Intel e com uma presença minoritária da AMD. A companhia anunciou ontem durante o Snapdragon Summit mais dois chips voltados para PCs, o 7c e o 8c. Eles se juntam ao mais sofisticado 8cx, anunciado no ano passado, para formar a família de chips para notebooks ultraleves e finos que devem chegar ao mercado no ano que vem.

A visão da Qualcomm para esses notebooks é de aparelhos leves, finos e sempre conectados à internet por meio de redes 4G ou 5G. Ainda segundo a empresa, os novos processadores permitem criar laptops sem a necessidade de ventiladores internos para dissipação de calor e com baterias que duram alguns dias, em vez de horas.

Mais poderoso da linha, o 8cx é um chip para notebooks mais caros, na faixa de US$ 1.000 nos EUA. Já com o 7c e o 8c, a empresa espera ganhar terreno também nos mercados de notebooks básicos e intermediários. Segundo Miguel Nunes, diretor-sênior da área de produtos para PCs da Qualcomm, a ideia com os novos chips é abranger todas as faixas do mercado de PCs. “No caso do 7c, esperamos que os laptops fiquem na faixa entre US$ 300 e US$ 500. Já o 8c deve aparecer em produtos entre US$ 500 e US$ 700. Todos os modelos terão conexão no padrão LTE (4G)”.

Batalha morro acima

A dobradinha Wintel (Windows + Intel) tem dominado o mercado há mais de duas décadas, desde a primeira versão do Windows. A brecha para a Qualcomm entrar nesse mercado começou a surgir em 2013, quando a Microsoft anunciou o Windows RT, uma versão do Windows para chips com arquitetura ARM, usada pela Qualcomm.

O Windows RT, porém, tinha muitas limitações e foi um fracasso. Em 2017, porém, a Microsoft voltou a ter um sistema para chips ARM com o Windows 10. Foi neste ano que a Qualcomm anunciou sua entrada no mercado de PCs e, nos últimos dois anos, a empresa tem aprimorado seus chips e apostado em conectividade para tentar ganhar pelo menos uma pequena fatia do mercado de processadores para notebooks.

* O jornalista viajou a Maui a convite da Qualcomm


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.