Esportes

Com Nino Paraíba de volta, Renan Guedes fala sobre disputa pela titularidade no Bahia

Lateral formado nas categorias de base do Corinthians que chegou no Esquadrão em março afirma ser 'um privilégio' estar nesta condição

Com Nino Paraíba de volta, Renan Guedes fala sobre disputa pela titularidade no Bahia

Com Nino Paraíba de volta, Renan Guedes fala sobre disputa pela titularidade no Bahia


Depois de cumprir sete jogos de suspensão devido a confusão na final da Copa do Nordeste quando o Bahia ficou com o título da competição, no início de maio, o lateral-direito Nino Paraíba volta a ficar à disposição do técnico Dado Cavalcanti.

+ Sem clube, Paulinho não descarta retorno ao Barcelona

+ Finlândia diagnostica 80 torcedores com covid-19 após partida em São Petersburgo

+ Santos quer explorar má fase do Grêmio para ganhar 1ª fora de casa no Brasileirão

Nesse período e também em outras oportunidades em que Nino ficou fora por problemas físicos, o seu substituto foi Renan Guedes, nome que chegou no início do ano para o time Sub-23, aprovou e foi integrado definitivamente a equipe principal.

O camisa 42 completou 20 jogos com a camisa do Bahia no empate com o Corinthians no último final de semana. Depois da partida, ele vibrou com a volta de Nino e comemora a sequência que teve no time titular:

– O Nino dispensa comentários, tem uma história incrível no clube, mais de 150 jogos. Ele é um jogador exemplar, tem muita força, velocidade, ataca e defende bem, e é um cara espetacular, aprendo muito com ele todos os dias. É um privilégio para mim disputar posição com ele. Fico muito feliz com a sequência que tive, embora tenha sido um momento difícil para ele. Consegui mostrar meu futebol e ajudar o time. Agora, independente de quem jogar, com certeza estará preparado para contribuir com todos os companheiros em busca das vitórias – analisou.

Nos 20 jogos com a camisa do Bahia ele acumulou o retrospecto de 10 vitórias, seis empates e quatro derrotas. Renan Guedes contribuiu com duas assistências, uma pelo Campeonato Baiano e outra pela Copa Sul-Americana.

Foram oito compromissos pelo Estadual, cinco pelo Brasileirão, três pela Sul-Americana, duas pela Copa do Brasil e duas pela Copa do Nordeste, incluindo o segundo jogo da final, quando o Tricolor garantiu a taça.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago