Esportes

Com melhora clínica, Zanardi vai para unidade semi-intensiva de hospital em Milão

O italiano Alessandro Zanardi, ex-piloto de Fórmula 1 e campeão no ciclismo paralímpico, apresentou uma melhora clínica significativa em seu estado de saúde após um grave acidente ciclístico que sofreu em junho deste ano, na região da Toscana, na Itália, e foi transferido para uma unidade de tratamento semi-intensivo depois de passar pela quarta cirurgia que tratou das complicações do traumatismo craniano e facial. A informação foi dada nesta quarta-feira pelo hospital San Raffaele, em Milão, onde está internado desde o último dia 24.

“Depois de um período durante o qual foi submetido a cuidados intensivos após ser hospitalizado em 24 de julho, o paciente respondeu com significantes melhoras clínicas. Por essa razão, ele está sendo continuamente assistido e tratado na unidade de cuidados semi-intensivos na Unidade de Neuroreanimação dirigida pelo Professor Luigi Beretta”, informou o hospital em um comunicado oficial.

Zanardi está internado desde 19 de junho, quando foi atropelado por um caminhão durante um evento ciclístico em Siena. Com politraumatismos, principalmente na cabeça e na face, passou por uma cirurgia de emergência no mesmo dia e foi colocado em coma induzido, tendo sido submetido a outras intervenções posteriores.

Ele foi internado no hospital Universitário de Siena, de onde foi transferido para o centro de reabilitação neurológica Villa Beretta, após ser retirado da sedação, em julho. Na mesma semana, o ex-piloto teve uma piora no estado de saúde e foi internado na UTI do hospital San Raffaele, onde foi operado pela quarta vez, com sucesso.

O ACIDENTE – Zanardi, de 53 anos, competia em uma etapa do revezamento do Objetivo Tricolor, uma competição que reúne atletas paralímpicos em bicicletas de mão, triciclos ou cadeiras de rodas. O acidente ocorreu no quilômetro 146 da rodovia entre Pienza e San Quirico d’Orci.

Segundo informações da imprensa italiana, Zanardi teria perdido o controle da sua bicicleta de mão em uma descida, em uma curva, indo para a pista oposta. Na contramão, ele se chocou com um caminhão. Um vídeo divulgado pela emissora Tgr Rai Toscana mostra o que aparentemente era o equipamento de Zanardi tombado de lado na beira da estrada, parcialmente destruído.

Zanardi soma quatro medalhas de ouro paralímpicas. Ele competiu na Fórmula 1 entre 1991 e 1994, depois indo para o automobilismo norte-americano, onde foi campeão na Cart em 1997 e 1998, regressando no ano seguinte para a F-1.

Em 2001, um grave acidente em corrida da Cart na Alemanha o fez perder as duas pernas. O italiano ainda seguiria envolvido no automobilismo, mas aos poucos passou a se concentrar no esporte paralímpico. E faturou dois ouros nos Jogos de Londres-2012 e outros dois no Rio-2016.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar