Geral

Com medo do teste de paternidade, homem manda irmão no seu lugar e é preso

Crédito: Reprodução/Daily Mail

Christian Robinson, de 26 anos, estava com receio de assumir o próprio filho. O homem pediu ao irmão mais novo, Samuel, para que fizesse o teste de DNA no seu lugar.

Em imbróglio com a ex-companheira, que pedia na Justiça que Christian assumisse a paternidade do filho, o homem solicitou que fosse feito um exame de DNA. Foi então que Samuel, soldado do exército britânico, fez o teste no seu lugar, na esperança que o resultado fosse negativo.

Na chegada do resultado, foi constatado que o DNA supostamente colhido de Christian deu negativo para o pai, porém, mostrou que era parente do bebê.

A mãe da criança, confusa com os resultados, afirmou que o jovem da foto que tinha ido até a clínica se parecia muito com uma versão mais nova do ex-companheiro.

Após investigação, os irmãos confessaram a fraude e foram condenador por falsidade ideológica. Christian foi condenado a pagar cerca de 42 mil reais referentes a pensão que estavam atrasados e a cumprir 18 meses de prisão. Já Samuel, teve cargo rebaixado no exército e recebeu pena de 6 meses.


+ MS: Homem que revelou amante pouco antes de ser intubado deixa UTI-covid
+ Ratinho critica Dudu Camargo: ‘Só o Silvio gosta dele’



Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS