Esportes

Com investimento de R$ 10 mi, Palmeiras prevê inaugurar hotel para a base em 2022


O Palmeiras pretende começar em breve as obras para construir um novo hotel para as categorias de base no centro de treinamento localizado em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. Atualmente o clube cuida da fase final dos estudos técnicos do projeto e da liberação ambiental para iniciar a construção. O empreendimento tem o custo previsto de R$ 10 milhões e a expectativa é inaugurar o local no ano que vem.

“Está começando o estudo do solo e parte de liberações técnicas. Vamos fazer um hotel da base. No ano que vem deve ser inaugurado”, disse ao Estadão o coordenador das categorias de base do clube, João Paulo Sampaio. O plano de se fazer um hotel dentro do centro de treinamento da base é antigo dentro do Palmeiras. O principal benefício é melhorar a logística para os mais de cem garotos que integram as categorias inferiores em períodos normais.

Atualmente os meninos moram em apartamentos na região do Allianz Parque e se deslocam todos os dias para treinar em Guarulhos, em um deslocamento de cerca de 20 km. Com a construção do hotel, será possível todos morarem, treinarem e passarem o dia em um mesmo local, sem perder tempo com o trajeto. “Nossa logística em termos de moradia é treinar todo dia em Guarulhos e até mesmo fazer refeições em um outro local que não é o mesmo usado para treino e descanso”, explicou Sampaio.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, as atividades de todas as categorias de base foram reduzidas. No momento, somente os elencos sub-20 e sub-17 estão em atividades normais. Por serem os garotos mais velhos e estarem mais perto da promoção ao profissional, a maior parte dos treinos têm sido na Academia de Futebol para facilitar a integração com o time principal.

O projeto da nova acomodação para as categorias de base até já foi apresentado para conselheiros e diretores há alguns anos. Para viabilizar essa ideia, a burocracia não é simples. Como o CT está localizado às margens do rio Tietê, o clube fez contato com o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), órgão estadual gestor dos recursos hídricos, para conseguir a liberação. A diretoria também mantém conversas com a prefeitura de Guarulhos para matricular os garotos da base na rede pública de ensino da cidade.


+ Após cobertura ser arrematada em leilão, Carlinhos Mendigo se recusa deixar propriedade
+ Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton
+ Furão é estrela de vídeo que recria cenas do filme Ratatouille



A concepção de se fazer os garotos treinarem e morarem no mesmo local é bastante utilizada em outros clubes brasileiros. O São Paulo adota esse sistema em Cotia (SP), a exemplo do Atlético-MG em Vespasiano (MG) e o Athletico-PR em Curitiba. A base do Palmeiras trabalha em Guarulhos com uma estrutura de cinco campos de futebol, arquibancada para 500 pessoas, sala de ginástica, fisioterapia e departamento médico.

Veja também

+ Receita simples de bolo Red Velvet
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS