Economia

Com foco no dólar e Fed, bolsas da Ásia e Pacífico fecham sem direção única

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única nesta segunda-feira, em meio a preocupações com a tendência de fraqueza do dólar e à espera da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

O índice DXY do dólar, que acompanha a moeda americana em relação a uma cesta de divisas, mostrou volatilidade ao longo da madrugada. Neste começo de manhã, o DXY ensaiava ligeira alta, após tocar mais cedo os menores níveis desde meados de 2016.

A crise política dos EUA mantém o dólar pressionado desde a semana passada. O revés mais recente em Washington foi o pedido de demissão do porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, na última sexta-feira. Antes disso, o governo Trump falhou em obter apoio suficiente para uma proposta de reforma da saúde entre senadores republicanos e voltou a enfrentar problemas relacionados a acusações de que a Rússia teria interferido na eleição presidencial americana do ano passado.

Nesta semana, o foco dos investidores irá se voltar para o Fed, que definirá sua política monetária em reunião de dois dias a ser concluída na quarta-feira (26). Desde o começo do ano, o BC americano já elevou seus juros básicos em duas ocasiões, mas não há expectativa de ajustes no encontro deste mês.

Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,39% hoje, a 3.250,60 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,48%, a 1.854,67 pontos. Fora da China continental, o Hang Seng teve alta de 0,53% em Hong Kong, a 26.846,83 pontos, e o Taiex apresentou ganho de 0,24% em Taiwan, a 10.461,28 pontos. Já na bolsa sul-coreana, o Kospi exibiu ligeira valorização de 0,06% em Seul, a 2.451,53 pontos.

Por outro lado, o japonês Nikkei caiu 0,62% em Tóquio, a 19.975,67 pontos, diante da continuidade da força do iene frente ao dólar e de uma queda nos rendimentos de bônus do governo japonês (JGBs), e o filipino PSEi recuou 0,34% em Manila, a 7.962,64 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho pela segunda sessão consecutiva, pressionada por ações de grandes bancos domésticos e de petrolíferas. O S&P/ASX 200 terminou o dia em baixa de 0,61% em Sydney, a 5.688,10 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.