Geral

Com disparos de artilharia e flores, Reino Unido saúda príncipe Philip


Salvas de tiros e de artilharia foram disparadas no Reino Unido neste sábado (10) para marcar a morte do príncipe Philip, com uma enxurrada de homenagens ao homem que foi o pilar de força da rainha Elizabeth durante seu longo reinado.

Membros do público levaram flores aos arredores das residências reais, em tributo ao príncipe de 99 anos que passou mais de sete décadas ao lado da esposa.

Em sua conta oficial do Twitter, a família real publicou uma homenagem da rainha ao seu marido, feita no aniversário de 50 anos de casamento, em 1997.

“Ele tem sido simplesmente a minha força e estabilidade todos esses anos, e eu, toda sua família, e este e muitos outros países, temos com ele uma dívida maior do que ele um dia cobrará, ou que jamais saberemos”, disse.

As Forças Armadas marcaram a morte de Philipp ao meio dia com uma salva de tiros. Unidades de artilharia em Londres, Edimburgo, Cardiff, Belfast e Gibraltar, e alguns navios de guerra, acionaram suas armas.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Apesar de um pedido da família real para que o público obedecesse regras de distanciamento social contra a pandemia e evitasse visitas às residências, pessoas levaram cartazes e flores ao Castelo de Windsor e ao Palácio de Buckingham.

Funeral

 O funeral do príncipe Philipp, marido da rainha Elizabeth do Reino Unido, será realizado em 17 de abril, afirmou o Palácio de Buckingham hoje (10), confirmando que o príncipe Harry planeja comparecer.

O funeral para Philip, que morreu aos 99 anos na sexta-feira (9), será realizado na capela de St. George, no castelo de Windsor, precedido por um minuto de silêncio em todo o país. Não haverá acesso ao público ou uma procissão pública.

O número de convidados será limitado a 30 pessoas. O Palácio de Buckingham enfatizou que o funeral será realizado de acordo com restrições contra a covid-19, o que significa que membros da família real, incluindo a rainha, deverão usar máscaras.

Um porta-voz do Palácio de Buckingham confirmou que Harry, que se mudou para Los Angeles após abdicar de seus deveres reais, planeja comparecer ao funeral, mas que sua esposa grávida Meghan foi aconselhada pelo seu médico a não viajar.

* Com informações da Reuters

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ ‘Dói pra caramba’, revela Anitta sobre tatuagem íntima
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS