Esportes

Com ascensão freada, Santos soma 4 expulsões nas últimas 5 derrotas

A partida contra o Palmeiras freou a reação do Santos no Campeonato Brasileiro e ficou marcada por uma ocorrência que tem se repetido nos tropeços recentes do clube. Nas últimas cinco derrotas do time na temporada, em quatro delas um jogador da equipe alvinegra foi expulso.

No domingo, no triunfo por 2 a 1 do Palmeiras, Alison recebeu o segundo cartão amarelo já no fim do segundo tempo, aos 47 minutos, após cometer uma falta. O primeiro havia sido aplicado na etapa inicial, após intervenção do VAR, quando o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo flagrou toque de braço do meio-campista, que teria aberto o cotovelo quando estava na barreira para impedir a passagem da bola em direção ao gol, anotando pênalti para a equipe alviverde.

O cartão vermelho para Alison, é verdade, veio já quando o triunfo do Palmeiras estava encaminhado. Mas havia sido diferente nos tropeços anteriores, com exceção do triunfo do Internacional por 2 a 0, no Beira-Rio, quando o Santos terminou o duelo com 11 jogadores em campo.

Já nas três derrotas anteriores, o cenário de reviravolta negativa no placar se deu após a aplicação do cartão vermelho ao time. Nas quartas de final do Campeonato Paulista, Marinho foi expulso aos 43 minutos do primeiro tempo, quando o Santos vencia a Ponte Preta por 1 a 0 – perdeu por 3 a 1.

Também pelo Estadual, Uribe recebeu o cartão vermelho aos sete minutos da segunda etapa com o placar em 2 a 0 diante do Novorizontino – depois, o Santos levou a virada e caiu por 3 a 2. Antes da pandemia, o Santos vencia o São Paulo por 1 a 0, quando Jobson foi excluído aos 45 minutos do primeiro tempo – o time foi batido por 2 a 1.

O Santos teve uma quinta expulsão nesta temporada, a de Carlos Sánchez, no empate por 1 a 1 com o Santo André, também pelo Estadual. Naquela oportunidade, porém, o time perdia por 1 a 0 e conseguiu igualar o placar mesmo sem o uruguaio em campo.

Expulso no fim de semana, Alison tem sido peça importante do Santos, tanto que vem usando a braçadeira de capitão com Cuca, que chegou a improvisá-lo na zaga no triunfo por 1 a 0 sobre o Sport, quando Lucas Veríssimo e Luiz Felipe estavam lesionados. Suspenso para o duelo de domingo com o Flamengo, deverá ter a sua vaga ocupada por Jobson no compromisso válido pela sexta rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ 7 cidades na Europa que te pagam para morar lá

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar