Esportes

Com a benção de Neymar, Ângelo herda a camisa 11 de Marinho

Jovem atacante, de 17 anos, vestirá o manto que foi de Pepe, Neymar e Rodrygo

Com a benção de Neymar, Ângelo herda a camisa 11 de Marinho

O Santos tem um novo camisa 11. Após a saída do atacante Marinho, o Menino da Vila Ângelo, de 17 anos, assumiu a tradicional camisa santista que já passou por importantes nomes revelados pelo clube, como Neymar e Rodrygo.


Com Marinho no passado, Ângelo deve ganhar mais oportunidades no time titular. Recentemente, o Peixe acertou a renovação de contrato com a joia até o final de dezembro de 2024, com opção de renovação bilateral por mais dois anos.

“A camisa 11 significa muito para mim. Por toda a magia e toda beleza que ela tem. É uma felicidade imensa vestir essa camisa, onde jogaram vários ídolos do Santos, do futebol brasileiro e do mundo, como Neymar, Edu, Pepe, etc. É uma honra. Não levo isso como uma pressão, mas como um privilégio que poucos tiveram. Me sinto honrado demais e pode deixar que vou para cima com muita alegria”, afirmou Ângelo.

E para entregar o novo número, a Santos TV preparou uma pegadinha. O atacante estava no quarto do hotel, no CT Rei Pelé, e foi avisado que o executivo de futebol Edu Dracena estava atrás dele e ‘bravo’. Preocupado, o Menino da Vila entrou na sala e começou a levar uma ‘bronca’ do dirigente. Na sequência, porém, Dracena ligou o celular e mostrou um vídeo de Neymar, eterno camisa 11 do Peixe, desejando boa sorte para Ângelo com o manto santista.

“Fala, Ângelo. Seja bem-vindo para a camisa número 11. Parabéns por essa conquista. Te desejo muita sorte, que você faça muitos gols, traga muitos títulos para o nosso Peixão e dê muitas alegrias. Beijo grande, sucesso e boa sorte. Estarei aqui de longe na torcida por você, tá!? Vai pra cima, pedala, e faz a galera do Peixão feliz. Tamo junto”, disse Neymar.

Ângelo é natural de Brasília e chegou nas categorias de base do Santos com apenas 10 anos. Estreou com a camisa do Peixe em 25 de outubro de 2020, na partida contra o Fluminense, fora de casa. Tem 51 jogos na equipe profissional. Ele foi campeão sul-americano com a Seleção Brasileira Sub-15, em 2019.