Esportes

Com 9,57, estreante tira maior nota do evento em Noronha com tubo incrível

O surfista Edgard Groggia, de Santos, litoral sul de São Paulo, pode definir a sua estreia no QS, a divisão de acesso do Circuito Mundial, como inesquecível. Com um tubo incrível no quarto dia de competições do Oi Hang Loose Pro Contest, em Fernando de Noronha, ele tirou a nota 9,57, a maior da competição até o momento.

O atleta de 23 anos ainda desceu uma onda de 1,5 metro na Praia da Cacimba do Padre para completar o show em sua bateria, se garantindo nas oitavas de final. “É a minha primeira etapa e minha primeira vez em Fernando Noronha, estou feliz, muito feliz mesmo”, disse.

Edgard, que já foi apontado como uma das grandes promessas do surfe nacional ainda quando criança, esta retomando a sua trajetória no esporte e acredita que pode realizar o sonho de disputar o Circuito Mundial. “A minha performance em Noronha me fez acreditar ainda mais no meu potencial. É uma felicidade que me consome”, conta o garoto.

“Sei que é difícil recomeçar, mas eu ainda tenho muito para mostrar”, avisa Edgard, que passou um período da carreira sem patrocínios e com baixas expectativas para competir.

FILIPE TOLEDO VOLTA A BRILHAR – Nesta sexta-feira, a estrela Filipe Toledo voltou a entrar no mar e superou os seus próprios números na competição. Também com um tubo, ele conseguiu uma nota 9,07 e segue com o maior de somatório, de 16,57.

“Foi irado”, disse Filipe. “Foi bem difícil e técnico, mas eu consegui me divertir muito. A Praia da Cacimba do Padre é isso. Mar perfeito, só tubos. Que continue assim até a final”, espera o surfista.

Filipe está nas oitavas de final do campeonato e terá de encarar o francês Joan Duru no caminho para as quartas de final. O brasileiro Jadson André e o Alejo Muniz também se destacaram em suas baterias e avançaram na disputa.