Esportes

Com 4 jogos, Moisés e Paulo Miranda recebem maiores penas por briga no Gre-Nal

O Tribunal Disciplinar da Conmebol definiu as punições pela briga no primeiro Gre-Nal da história na Copa Libertadores. O jogo, disputado em 12 de março, terminou 0 a 0 e teve oito jogadores expulsos após uma confusão generalizada. Quatro deles receberam penas superiores à suspensão automática.

No Grêmio, mandante do clássico válido pelo Grupo E, Paulo Miranda foi suspenso por quatro jogos, um a mais do que Luciano, com ambos sendo multados em US$ 3 mil (aproximadamente R$ 16,6 mil). Já Caio Henrique e Pepê receberam apenas um jogo de gancho, com multa de US$ 1,5 mil (R$ 8,3 mil).

As punições no Inter foram semelhantes. Moisés e Edenílson pegaram quatro e três jogos de suspensão, respectivamente, com ambos tendo sido multados em US$ 3 mil (R$ 16,6 mil). A pena de um jogo e multa de US$ 1,5 mil (R$ 8,3 mil) foi a aplicada a Praxedes e Victor Cuesta.

A confusão no clássico na Arena do Grêmio se iniciou aos 40 minutos do segundo tempo, após uma dividida entre Pepê e Moisés. Eles se estranharam, trocaram xingamentos e logo se iniciou uma briga generalizada.

A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo E da Libertadores. Os times haviam iniciado a chave com vitória e, com 0 a 0, dividem a liderança com quatro pontos, sendo que o Inter é o líder por causa dos critérios de desempate. O torneio foi paralisado na sequência, ao fim dessa jornada, em função da pandemia do coronavírus. E não há qualquer previsão sobre quando poderá ser retomada.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior