Esportes

Com 10 desfalques, Inter recebe o América para manter invencibilidade e liderança

O Internacional volta a disputar a Copa Libertadores nesta quarta-feira com um time bem diferente em relação ao que entrou em campo pela última vez na competição sul-americana, em março, antes da paralisação forçada pela pandemia. Cheia de desfalques, a equipe colorada recebe o América de Cali nesta quarta-feira, às 19h15, no Beira-Rio, pela terceira rodada do Grupo E.

O Inter lidera a chave com os mesmos quatro pontos do vice-líder Grêmio, mas leva vantagem no saldo de gols. O América de Cali aparece na terceira colocação, com três pontos. As primeiras partidas do reinício do torneio continental serão realizadas sem torcedores nos estádios.

“São partidas muito importantes, que se definem por detalhes. É uma competição muito especial. O erro tem que ser mínimo. Vamos sentir a ausência no nosso campo. Era muito importante ter o apoio de nossos torcedores. É entrar, deixar tudo e que os três pontos fiquem em casa”, disse o lateral argentino Saravia.

O técnico Eduardo Coudet tem um total de dez desfalques para o duelo em casa. Seis deles têm relação com o empate sem gols no Gre-Nal em março, marcado por confusão, briga e oito expulsos. Naquela ocasião, Moisés, Edenilson, Víctor Cuesta e Praxedes receberam o vermelho e terão de cumprir suspensões com prazos diferentes.

Musto e Marcos Guilherme estão fora em virtude do acúmulo de três cartões amarelos. Além da suspensão, o meia-atacante levou uma entrada dura no último revés sofrido para o Goiás, por 1 a 0, e se recupera no departamento médico.

A extensa lista de baixas vira quase uma escalação inteira com os lesionados. O peruano Paolo Guerrero rompeu o ligamento cruzado do joelho direito no início do Brasileirão e não atua mais na temporada, e os atacantes João Peglow, Yuri Alberto e William Pottker se recuperam de lesões musculares e também estão fora.

Na zaga, Rodrigo Moledo substitui Cuesta. Uendel entra no lugar de Moisés na lateral esquerda e, no meio, Rodrigo Lindoso deve ser o escolhido para atuar na proteção à retaguarda. Patrick e Boschilia estão garantidos no meio e Johnny e Nonato brigam pela outra vaga.

No ataque também há indefinições sobre quem atua ao lado de Thiago Galhardo, artilheiro do Brasileirão e o grande destaque da equipe colorada em 2020. A tendência é de que o uruguaio Abel Hernández seja o titular, mas o veterano D’Alessandro, ou até o argentino Leandro Fernández, também são cogitados.

AMÉRICA DE CALI – Na delegação do América que veio a Porto Alegre os destaques são a inclusão do zagueiro Pablo Ortiz e do lateral Cristian Arrieta, bem como as ausências de Yésus Cabrera, fora por lesão, e de Daniel Quiñones, por decisão técnica.

Um dos principais desafios do técnico Juan Cruz Real é a falta de ritmo do time, que voltou a disputar o Campeonato Colombiano recentemente, enquanto o Inter já vem atuando com frequência desde julho.

Cruz Real, que assumiu a equipe recentemente, ainda está tentando fazer ajustes e implementar suas ideias em um time que passou por várias mudanças com a saída de jogadores importantes durante o período sem jogos.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel