Mundo

Colômbia supera 4.000 mortos por novo coronavírus

Colômbia supera 4.000 mortos por novo coronavírus

María Eugenia Rodríguez, 71, Eleodoro Quijano, e José Ávila, 72, em Bogotá desafiam por necessidade o confinamento imposto aos idosos na Colômbia - AFP

A Colômbia passou das 4.000 mortes pelo novo coronavírus desde que detectou o primeiro caso de COVID-19 em 6 de março, informou o Ministério da Saúde neste domingo.

A quarta economia latino-americana registrou 122 mortes neste dia, elevando o número total de mortes para 4.064, segundo o relatório oficial do dia.

A Colômbia, que em 1º de julho ultrapassou 100.000 infecções detectadas, adicionou 3.721 novas infecções para atingir 117.110. Até agora, 47.881 pessoas se recuperaram.

Com 50 milhões de habitantes, o país continua sendo o sexto na América Latina em número de mortes por covid-19 e o quinto em infecções.

Bogotá, de oito milhões de pessoas, é a principal fonte de contágio, com mais de 35.200 contaminações e 800 mortes.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Mais de 80% das unidades de terapia intensiva da capital estão ocupadas, segundo as autoridades, em um momento em que a pandemia explode.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?