Finanças

Cobre opera em queda com dólar mais forte e aumento de estoques em Londres

Os contratos futuros do cobre operam em leve queda nesta manhã, influeciado por um dólar mais forte e também pelo aumento dos estoques da commodity em Londres.

Há pouco, a tonelada do cobre para três meses na LME recuava 0,20%, para US$ 5.837,00. O metal com entrega para setembro tinha queda de 0,32%, para US$ 2,6530 por libra-peso, na Comex.

O índice WSJ para o dólar, que mede a divisa ante uma cesta de moedas, subia 0,16%, a 95,95.

Entre outros metais básicos, o alumínio subia 0,1%, a US$ 1.942 por tonelada, o zinco avançava 0,07%, para US$ 2.783 por tonelada, o chumbo tinha alta de 0,07%, a US$ 2.287,50 a tonelada, o estanho recuava 0,25%, para US$ 19,900 por tonelada e o níquel caía 0,99%, a US$ 9.010 a tonelada.Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


Tópicos

manhã metais Mundo