Finanças

Cobre opera em queda com dólar mais forte e aumento de estoques em Londres

Os contratos futuros do cobre operam em leve queda nesta manhã, influeciado por um dólar mais forte e também pelo aumento dos estoques da commodity em Londres.

Há pouco, a tonelada do cobre para três meses na LME recuava 0,20%, para US$ 5.837,00. O metal com entrega para setembro tinha queda de 0,32%, para US$ 2,6530 por libra-peso, na Comex.

O índice WSJ para o dólar, que mede a divisa ante uma cesta de moedas, subia 0,16%, a 95,95.

Entre outros metais básicos, o alumínio subia 0,1%, a US$ 1.942 por tonelada, o zinco avançava 0,07%, para US$ 2.783 por tonelada, o chumbo tinha alta de 0,07%, a US$ 2.287,50 a tonelada, o estanho recuava 0,25%, para US$ 19,900 por tonelada e o níquel caía 0,99%, a US$ 9.010 a tonelada.Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Cartucho de videogame do Super Mario Bros. é leiloado por US$ 114 mil e quebra recorde
+ Neto de Elvis Presley é encontrado morto, diz site
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

Tópicos

manhã metais Mundo