Esportes

COB anuncia 50 bolsas de estudos integrais a atletas em parceria

Inscrições para cursos de graduação e pós-graduação na Estácio vão até o dia 16 de julho

COB anuncia 50 bolsas de estudos integrais a atletas em parceria

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta quinta-feira que vai oferecer 50 bolsas de estudos universitárias de graduação e pós-graduação a grandes nomes do esporte nacional que tenham representado o país em Jogos Olímpicos e Jogos Pan-Americanos. Liderada pelo Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), a ação é fruto de uma parceria com a Estácio. As inscrições estão abertas até o próximo dia 16 de julho.

– Todos nós sabemos que a carreira de um atleta de alto rendimento é curta e que, após a aposentadoria, ainda há uma longa trajetória a ser percorrida. O atleta moderno precisa entender que o desenvolvimento de habilidades não deve se limitar ao treinamento e ao campo de jogo. Uma formação de qualidade também é fundamental para seu sucesso como esportista e um diferencial no pós-carreira – diz Rogério Sampaio, diretor geral do COB e campeão olímpico de judô em Barcelona 1992.

Há 50 anos, a Estácio proporciona acesso a um ensino de qualidade em larga escala e de maneira única e, por meio do Programa de Responsabilidade Social, é hoje uma das maiores incentivadoras do esporte no país. Atualmente, mais de 500 atletas e paratletas compõem o Time Estácio.

– Em nosso Programa de Responsabilidade Social, valorizamos o pilar esporte, pois expressa amplamente a nossa visão sobre a importância desta modalidade como complemento ao processo educativo e à formação de cidadania. Nesse sentido, investimos continuamente em ações e projetos sociais capazes de integrar esporte e educação com o propósito de promover transformações individuais e coletivas de longo prazo. Nossa maior missão é educar para transformar – afirma Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Governamentais, Sustentabilidade e Comunicação da Estácio.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Os atletas devem preencher os seguintes requisitos para pleitearem a bolsa: ser atleta de uma modalidade esportiva que integra o programa olímpico dos Jogos de Tóquio 2020 e Pequim 2022; ter participado como atleta de uma edição adulta dos Jogos Olímpicos ou dos Jogos Pan-americanos; estar vinculado à uma confederação filiada ao COB; atuar no alto rendimento; e ter a indicação de seu treinador ou clube de origem. Os atletas selecionados poderão escolher entre os diversos cursos oferecidos pela Estácio, nas modalidades de ensino presencial e a distância.

– O processo de seleção é simples. Acreditamos que ganhar uma bolsa de estudos é um grande benefício, e os atletas devem estar cientes da responsabilidade e do compromisso que estão firmando. Ao longo do curso, o IOB dará apoio e acompanhará o progresso acadêmico do atleta E, em contrapartida, o bolsista pode contribuir com o Movimento Olímpico por meio da participação em eventos promovidos pelas duas instituições, sempre no sentido de promover e difundir os valores do esporte, tais como: trabalho em equipe, resiliência, amizade e respeito – explica Soraya Carvalho, gerente do IOB.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?