Economia

CNI: Entrada em vigor da Lei de Dados aumenta urgência da criação da ANPD

A entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) aumenta a urgência da criação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), avalia a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Senado aprovou nesta quarta-feira a Medida Provisória 959 que, entre outros pontos, tratava do início da vigência da LGPD. O texto inicial enviado ao Congresso pelo governo propunha adiar a entrada em vigor da Lei de Dados para maio de 2021. O texto aprovado pela Câmara, no entanto, fez uma mudança, prevendo início da vigência para dezembro de 2020. Já os senadores derrubaram o trecho que permitia o adiamento e rejeitou a mudança feita pela Câmara. Assim, a LGPD terá vigência imediata.

Em nota, a CNI afirma que a entrada em vigor da Lei de Dados sem a constituição da ANPD produz insegurança jurídica para a operação das empresas, principalmente para as micro e pequenas, que têm maior necessidade de orientação sobre a implementação da lei.

“Na indústria, mais de 400.000 empresas têm menos de 20 colaboradores. São empresas que poderiam contar com regras simplificadas se a ANPD já estivesse em funcionamento, em virtude da obrigação de haver tratamento diferenciado para micro e pequenas empresas previsto na LGPD e na Constituição Federal. Essas regras de tratamento diferenciado, dependem de regulamentação pela ANPD”, destaca a CNI em nota.

Segundo a entidade, com a entrada imediata em vigor da LGPD, micro e pequenas empresas terão que direcionar seus recursos a uma adequação que poderia ser dispensada ou simplificada. “São recursos escassos devido à redução da atividade econômica, que mereciam ser alocados em medidas que promovam a sobrevivência das empresas e a manutenção de empregos.”

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel