Economia

CMN eleva limites da Receita Bruta Agropecuária Anual para classificar produtor


O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira, 29, em reunião ordinária, a elevação dos limites da Receita Bruta Agropecuária Anual (RBA) para efeito da classificação do produtor rural, seja ele pessoa física ou jurídica.

O limite para o pequeno produtor passou de até R$ 415 mil para até R$ 500 mil. Já o parâmetro para o médio produtor passou de acima de R$ 415 mil até R$ 2 milhões para acima de R$ 500 mil até R$ 2,4 milhões. No caso do grande produtor, o limite passou de acima de R$ 2 milhões para acima de R$ 2,4 milhões.

Além disso, o CMN elevou o limite de financiamento por ano agrícola para aquisição de colheitadeira automotriz usada, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), de até R$ 165 mil para até R$ 200 mil. Já o limite de financiamento por ano agrícola para aquisição de outras máquinas, equipamentos e implementos usados passou de R$ 80 mil para R$ 96 mil.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua