Economia

Clubhouse lança recurso para salas privadas de conversas


Por Sheila Dang

DALLAS, Estados Unidos (Reuters) – O aplicativo de áudio Clubhouse lançou nesta quinta-feira um recurso que permite aos usuários acenarem para amigos dentro da rede social para mostrar que estão abertos a uma conversa privada, em uma ação que expandir-se além das salas públicas que podem receber milhares de ouvintes.

O Clubhouse, que tem tido recursos copiados por Facebook e Twitter depois de ser pioneiro no segmento de redes sociais de áudio, quer permitir que os usuários possam ter salas privadas de conversa, disse o presidente e co-fundador, Paul Davison.

“Muitas pessoas nos conhecem pelas salas grandes e a razão para as pessoas ficarem tanto tempo é que estão encontrando seus amigos e conhecendo novas pessoas”, disse o executivo.

Os usuários do Clubhouse podem acenar (“wave”, em inglês) para os amigos no aplicativo e uma sala privada de conversa por áudio é aberta quando a pessoa aceita o sinal. O usuários pode então convidar mais contatos para a mesma sala ou optarem por torná-la pública, disse o Clubhouse.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio