Comportamento

CLOO e BRF se juntam para combater o desperdício de alimentos

Problema, que já alcança 35% dos alimentos produzidos no mundo, será tema de programa que vai aplicar as ciências comportamentais para melhorar processos internos da empresa

Crédito: Divulgação

O desperdício de alimentos é um tema tão relevante que faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Segundo a FAO, agência da ONU voltada ao combate à fome e à pobreza, cerca de 35% do total de alimentos produzidos no mundo é desperdiçado, o que equivale a 1,3 bilhão de toneladas de vegetais, grãos e proteínas jogadas no lixo todos os dias. A situação é crítica também no Brasil, um dos principais produtores globais: o desperdício atinge a média de 40 quilos de alimentos por pessoa por ano.

A CLOO Behavioral Insights Unit e a BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, fecharam uma parceria para aplicar os conceitos das Ciências Comportamentais na busca pela solução para uma parte importante desse problema – o desperdício de alimentos na sua etapa final de consumo. O projeto, que será feito com a BrfHub, área de inovação aberta da companhia, tem como objetivo gerar benefício social para a sociedade, reduzir custos financeiros de produção e impactar positivamente o meio ambiente.

“A CLOO atua para mudar comportamentos que possam melhorar a vida das pessoas. Participar deste projeto ao lado da BRF, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, contribui para dar uma visibilidade proporcional à importância e impacto social do tema”, afirma Gui Afif, sócio e Diretor de Negócios da CLOO. “Pretendemos adaptar metodologias já desenvolvidas e aplicadas em diversos contextos mundo afora por instituições internacionais como OCDE, Banco Mundial e BID ao contexto cultural e organizacional próprio da empresa a partir das informações qualitativas e quantitativas levantadas sobre como e o porquê destes comportamentos acontecerem. Assim, podemos implementar pequenas alterações no exato momento em que a tomada de decisão ocorre que podem ter impactos gigantescos no combate ao desperdício alimentar”, afirma Henry Nasser, coordenador do projeto e Head de Operações da CLOO.

Giovanna Rovella, especialista de Inovação do BrfHub, acredita que a parceria com a CLOO vai gerar um sistema eficaz para reduzir o desperdício de alimentos em seus refeitórios. “Por meio de uma metodologia consistente, queremos encontrar uma solução que se perpetue na rotina dos refeitórios”, afirma Giovanna. “Nosso principal objetivo é impactar positivamente a vida dos colaboradores e o meio ambiente através da mudança de hábitos de alimentação.”

Segundo Luiza Zaide, analista de Inovação do BrfHub, a empresa estabeleceu compromissos globais ligados aos aspectos ESG e conectados com a “Visão 2030” da companhia. “Estamos tomando medidas que estão em sinergia com a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, o Pacto Global da ONU. A redução do desperdício de alimentos é parte fundamental desses compromissos”, afirma Luiza.

“Acredito na metodologia simples, mas consistente, que visa promover o aumento da conscientização dos colaboradores sobre o tema. Isso faz com que levem os aprendizados para suas famílias e comunidades onde estão inseridos, gerando assim impactos positivos no meio ambiente e na sociedade”, afirma Idete Barbieri, gerente de Facilities Corporativo da BRF.

A preocupação da BRF com o desperdício de alimentos não é nova. Dona das marcas Sadia, Perdigão e Qualy, a empresa lançou em maio de 2020 uma plataforma interativa para incentivar a diminuição do desperdício de alimentos. Batizada de “Projeto Ecco” (acrônimo para Especialista em Consumo Consciente), a ferramenta online promove jornadas virtuais de conscientização, com dicas para casa, restaurantes e mercados. A parceria entre CLOO e BRF é parte do “Programa de Desafios”, projeto que escolheu nove empresas entre 150 inscritos projetos inscritos para diversos desafios, dentre eles a abordagem proposta pela CLOO de desenvolver intervenções baseadas em insights comportamentais para reduzir o desperdício de alimentos em suas unidades produtivas.

A CLOO é uma Behavioral Insights Unit que realiza projetos de interesse público e social. O seu propósito é a aplicação das Ciências Comportamentais ao desenvolvimento de intervenções e políticas de mudança comportamental para melhoria da qualidade de vida dos indivíduos. O escopo de atuação da CLOO tem como foco o desenvolvimento de inovações que geram mudanças em comportamentos específicos em contextos de mobilidade, saúde, educação, segurança, integridade, sustentabilidade, entre outros. As abordagens utilizadas são cientificamente fundamentadas e a equipe trabalha em estreita colaboração com diversos parceiros, tais como governos, fundações, ONGs e empresas na Europa e no Brasil.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago