Esportes

Cleiton celebra interesse de outros clubes, mas negocia renovação com Atlético-MG

O segundo semestre da temporada 2019 mudou o status de Cleiton no Atlético Mineiro. Até então um mero reserva, se tornou titular em função da lesão de Victor e, com boas atuações, passou a ser presença constantes nas convocações do técnico André Jardine para a seleção brasileira pré-olímpica, tendo sido titular nos amistosos mais recentes. Valorizado, está com o futuro incerto.

Cleiton tem contrato com o Atlético-MG até 2022, mas despertou recentemente o interesse do Bragantino, time que vem liderando com folga a Série B do Campeonato Brasileiro e é bancado pela Red Bull, o que provoca a expectativa de realização de grandes investimentos para a temporada 2020.

O goleiro assegura que não foi procurado diretamente pelo clube do interior paulista, mas gostou de saber que suas atuações têm chamado a atenção de outros times. E prometeu seguir focado na reta final do Campeonato Brasileiro, sonhando com uma recuperação que conduza o time à Copa Libertadores de 2020.

“É bom que tenham surgido propostas. É sinal que o trabalho está sendo bem feito, aparece a oportunidade de sair, isso significa que está sendo valorizado o meu trabalho aqui. Não aconteceu nada, ninguém chegou até mim, não sei nem o que dizer, mas mexe comigo, uma oportunidade de sair. Se for, vai ser a primeira proposta para mim. Quero jogar, conquistar confiança jogando e quero ficar no G6 com o Atlético”, comentou.

Ao mesmo tempo em que é observado por outros times, Cleiton também deve receber uma valorização do Atlético-MG. A diretoria iniciou conversas para firmar um novo contrato com o goleiro, lhe concedendo um aumento salarial, o que provocaria a elevação da sua multa rescisória.

“A gente já teve uma conversa, mas não depende de mim, tem muitos fatores. A gente abriu uma conversa, mas não finalizou. A gente está esperando a diretoria chegar e finalizar a proposta dela”, disse o goleiro.