Esportes

Classificada e líder, seleção feminina de vôlei se vê mais confiante e preparada

Classificada e líder da Liga das Nações. Foi assim que a seleção brasileira feminina de vôlei deixou a quadra nesta terça-feira, após o triunfo sobre a Itália por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/20 e 25/23, no seu primeiro compromisso na quinta e última semana da primeira fase do torneio.

Vindo de nove vitórias em 12 duelos nas semanas anteriores, o Brasil foi favorecido por resultados de confrontos realizados na Ásia nesta terça, antes mesmo do seu compromisso na cidade turca de Ancara. E aproveitou o fato de as italianas, também garantidas nas finais, terem poupado suas principais jogadoras para triunfar por 3 a 0, assumindo a dianteira da competição. Feliz com o triunfo, Natália apontou que o resultado e o cenário positivo dão confiança para a seleção.

“Foi uma vitória muito importante. Hoje garantimos nossa classificação para a fase final e todo nosso grupo está de parabéns. Fizemos um ótimo jogo contra a Itália e isso nos deixa ainda mais motivadas e confiantes para os próximos desafios. Vamos ter mais dois jogos difíceis nessa semana contra Bélgica e Turquia e estamos bem preparadas”, afirmou Natália, que fez dez pontos nos dois primeiros sets, sendo poupada no terceiro.

O técnico José Roberto Guimarães destacou que o duelo foi importante para fazer testes na seleção para as finais da Liga das Nações. “Foi um jogo no qual precisávamos treinar algumas coisas e dar oportunidade para as jogadoras. Agora vamos pensar nessas duas próximas partidas e nos nossos adversários na fase final. Fiquei feliz pela classificação e vamos seguir com o trabalho duro para melhorarmos e evoluirmos a cada jogo”, comentou.

A seleção ainda fará mais dois jogos em Ancara, os seus últimos no classificatório da Liga das Nações. Nesta quarta-feira, às 10 horas (de Brasília), terá pela frente a Bélgica. Depois, na quinta, duelará com a anfitriã Turquia a partir das 13 horas. A equipe lidera o torneio com 31 pontos, mesma pontuação da Itália, que está atrás pelos critérios de desempate e também avançou, assim como Estados Unidos, com 30, Turquia e China, ambas com 29.

Ainda resta uma vaga em disputa nas finais da Liga das Nações, que vão ser disputadas em Nanquim entre 3 e 7 de julho.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Júpiter e Saturno vão se alinhar pela primeira vez desde a Idade Média
+ Black Friday: veja as dicas para não ser enganado
+ Juliana Caetano faz desabafo em vídeo “Isso me deixa muito mal, muito triste…”
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel