Cultura

Clássico sombrio

Nova versão de “Pinóquio”, dirigida pelo italiano Matteo Garrone, é uma homenagem fiel à história original de Carlo Collodi

Crédito: Divulgação

FÁBULA Roberto Benigni e Federico Ielapi: conturbada relação de pai e filho (Crédito: Divulgação)


Crianças acostumadas ao colorido desenho da Disney de 1940 podem se assustar com o realismo de “Pinóquio”, nova versão dirigida por Matteo Garrone que acaba de estrear nos cinemas. A história do boneco de madeira que sonha em virar um menino de carne e osso troca o tom lúdico da antiga animação por um clima sombrio que remete à obra original de Carlo Collodi. Publicada inicialmente como uma série para os jornais em 1881, virou livro em 1883 com ilustrações em estilo gótico de Enrico Mazzanti.

Realismo

“Fui fiel ao livro porque quero que o público tenha a mesma surpresa que tive quando li” Matteo Garrone, diretor (Crédito:Divulgação)

O filme tem Roberto Benigni no papel do marceneiro Gepeto, que cria Pinóquio para amenizar sua solidão. Vencedor do Oscar por “A Vida é Bela”, Benigni curiosamente dirigiu sua própria adaptação de “Pinóquio” em 2002, onde ainda fez o papel do boneco. Na nova versão de Garrone, esse papel é de Federico Ielapi, ator de nove anos que teve de suportar sessões de quatro horas de maquiagem por dia durante os três meses de filmagem. A opção pelo uso de próteses faciais — feitas por Mark Coulier, de “Harry Potter” — e poucos recursos de computação gráfica deu ao filme um ar de realismo fantástico, em boa sintonia com personagens mágicos como o grilo falante, a fada azul e as marionetes vivas.

Garrone, conhecido por filmes violentos como “Gomorra” e “Dogman”, afirmou em uma coletiva no Festival de Berlim que decidiu adaptar a obra após ler o livro, há cinco anos. “Descobri coisas que não sabia sobre a história. Fui fiel ao livro porque quero que o público tenha a mesma surpresa que tive quando li”, disse o italiano.

“Pinóquio” é uma fábula que mostra às crianças os perigos que estão expostas quando não frequentam a escola ou desobedecem os pais. O tema pode parecer ingênuo aos olhos de hoje, mas, pelo jeito, Hollywood acredita na força de sua mensagem: o mexicano Guillermo del Toro vai adaptar a história em uma animação para a Netflix e o diretor Robert Zemeckis anunciou um remake para a Disney, com Tom Hanks no papel de Gepeto. O boneco de 140 anos está mais em alta do que nunca.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Dublê de 28 anos morre ao tentar recorde com manobra de moto
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago