Brasil

Cidade declara ‘calamidade’ após barragem transbordar

SÃO PAULO, 11 JUL (ANSA) – Uma barragem transbordou nesta quinta-feira (11) na cidade de Pedro Alexandre (BA), que declarou estado de emergência e calamidade por causa das inundações que tomaram o município.   

O incidente ocorreu no distrito de Quati, por volta de 11h da manhã, e a lama seguiu para a cidade vizinha de Coronel João Sá, cujo prefeito, Carlinhos Sobral, emitiu um alerta de enchente nas redes sociais.   

“Pessoal, a barragem do Quati estourou. É uma situação atípica.   

Nunca aconteceu isso com essa barragem. Nós não sabemos as consequências. Eu peço encarecidamente a todas as pessoas que moram em área de risco que saiam das suas casas”, disse.   

Até o momento não há registro de feridos, mas moradores das áreas afetadas pelo rompimento tiveram de ser evacuados.   

Paredão de terra – Em entrevista à ANSA, o professor de química Ricardo Lima, que mora em Pedro Alexandre desde 1998, disse que o reservatório foi construído em 2004 para abastecer o povoado de Quati, que é uma “comunidade bastante carente”.   

“O paredão foi feito de terra mesmo, bem reforçado, e suportou bem nos últimos anos”, afirmou. A suspeita é que as fortes chuvas que caem na região tenham feito o reservatório transbordar e romper a barragem.   

“Não constam feridos pois, assim que a barragem transbordou, o velho WhatsApp funcionou, e o pessoal viralizou a informação”, acrescentou Lima.   

A Agência Nacional de Águas (ANA), citada pelo UOL, disse que a barragem se chama Riacho Lagoa Grande e tem sete metros de altura. Segundo a ANA, a responsabilidade pela fiscalização é do governo da Bahia. (ANSA)