Mundo

Cidadãos de Luxemburgo poderão cultivar e consumir maconha

Crédito: Commons.wikimedia.org/

Luxemburgo é o primeiro país da Europa a liberar que seus cidadãos possam cultivar até quatro pés de cannabis por residência,e somente para consumo pessoal. A iniciativa visa coibir o tráfico de drogas. As informações são do G1.

A proposta foi apresentada pelo governo nesta sexta-feira (22). Segundo o pacote, apenas pessoas com mais de 18 anos poderão cultivar a cannabis em suas residências, e o local poderá ser tanto na parte interna quanto externa, como sacadas, terraços ou jardins.


A proposta também simplifica a legislação criminal, e permitirá a posse e compra legal de até três gramas de maconha, que será considerado apenas um delito leve, e não um crime.

O ministro da Justiça de Luxemburgo, Sam Tamson, afirmou que a lei é a mudança na lei é o primeiro passo para o cultivo doméstico.

“A ideia é que o consumidor não se veja em uma situação de ilegalidade ao consumir cannabis. Não queremos incentivar uma cadeia inteiramente ilegal, da produção ao transporte e às vendas, em que há muito sofrimento envolvido. Queremos fazer tudo o que pudermos para nos afastar cada vez mais do mercado ilegal”, relatou o ministro.