Geral

Ciclista que ficou tetraplégico busca reparação de Gusttavo Lima

Crédito: Divulgação

O ciclista Denival Gomes Barreto, de 61 anos, afirma que vai entrar na justiça contra o cantor Gusttavo Lima. Ele ficou tetraplégico após colidir com parte da estrutura de um show do artista que foi largada sem sinalização em uma ciclovia no Rio de Janeiro, no último dia 3 de janeiro. As informações são do jornal Extra.

O ciclista voltava para casa, quando se deparou com um obstáculo imprevisto na ciclovia da Avenida Salvador Allende. Na altura do Parque dos Atletas, na Barra, onde operários montavam a estrutura do show.

Apesar dos equipamentos de segurança que o ciclista estava usando, ele teve ferimentos na cabeça e fraturou quatro vértebras. De acordo com Barreto, uma ambulância que estava a serviço da empresa Balada Eventos, responsável pela gestão da carreira musical de Gusttavo Lima, levou o ciclista até o Hospital municipal Lourenço Jorge, onde ele foi submetido a cirurgia e recebeu oito pinos de platina na coluna.

Depois disso, no entanto, Denival diz não ter recebido mais nenhum tipo de assistência. O ciclista recebeu alta em fevereiro e teve apoio de familiares para pagar um casa de repouso. No último dia 23, ele precisou voltar a ser internado por causa de uma infecção urinária. Agora, ele está no Hospital Miguel Couto e quer lutar na Justiça por uma reparação.

Segundo o advogado Giorgio Santoni, ele tentou resolver a questão com a empresa de forma extrajudicial. “A ideia era resolver isso de forma amigável, porque a família não tem condições financeiras para pagar o apoio psicológico e de fisioterapia que ele necessita. Com muita dificuldade, consegui fazer contato com a empresa. Pediram para eu enviar alguns documentos, incluindo laudos médicos, e nunca mais responderam”, disse o advogado ao Extra.

A Balada Eventos e a assessoria de imprensa do cantor Gusttavo Lima foram procurados, mas até o momento não responderam à reportagem.

Veja também

+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ Fundador da Ricardo Eletro e filha são presos em operação contra sonegação
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior