Esportes

Chinês Sun Yang vence os 400m nado livre no Mundial de Esportes Aquáticos

O chinês Sun Yang conquistou neste domingo seu quarto título mundial nos 400m nado livre no Mundial de Esportes Aquáticos, embora sua presença na competição na Coreia do Sul tenha gerado polêmica.

O tricampeão olímpico, que havia destruído com um martelo uma amostra de sangue durante um exame antidoping no último mês de setembro, venceu com um tempo de 3 minutos 42 segundos 44 centésimos, superando o australiano Mack Horton (a 73 centésimos), e o italiano Gabriele Detti (a 79 centésimos).

Durante a cerimônia de entrega de medalhas, Horton mostrou sua insatisfação ao se recusar a posar ao lado do vencedor para as fotos.

Pouco depois, convidado de novo a posar junto com os outros dois medalhistas, Horton deixou uma grande distância entre ele e Sun.

Sun Yang vai depor em setembro diante do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) sobre seu polêmico exame antidoping no ano passado, uma audiência que poderá por fim à sua carreira.

Um explosivo relatório do comitê antidoping da Federação Internacional de Natação (FINA), feito em janeiro mas publicado no dia 23 de julho pelo jornal australiano Sunday Telegraph, confirmou que o tricampeão olímpico teria destruído em setembro passado sua própria amostra de sangue com um martelo durante um exame surpresa.

A Agência Mundial Antidoping (AMA) recorreu diante do TAS logo depois de a FINA absolver Sun Yang, permitindo assim que o nadador de 27 anos participasse do Mundial de Gwangju.

alh/fox/iga/gh/aam