Economia

China planeja cortar 500 mil trabalhadores em siderurgia e carvão em 2017


A China pretende cortar 500 mil trabalhadores nos setores siderúrgico e de carvão este ano, segundo o ministro de Trabalho do país, Yin Weimin, como parte de uma estratégia de Pequim para reduzir o excesso de capacidade da indústria.

Os cortes fazem parte de um plano anunciado em 2016 de dispensar cerca de 1,8 milhão de trabalhadores dos dois setores ao longo de cinco anos e realocá-los para novos empregos.

No ano passado, cerca de 726 mil funcionários de 1.905 empresas foram remanejados para outras funções, dentro de um processo que tem se desenrolado “de forma constante e organizada”, afirmou Yin, durante coletiva nesta quarta-feira.

Ainda segundo Yin, o governo chinês quer ampliar esforços de requalificação para garantir que trabalhadores de meia-idade garantam novos empregos. Fonte: Dow Jones Newswires.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua