Economia

China injeta 285,5 bi de yuans no mercado com linha de crédito de médio prazo

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) informou que injetou 285,5 bilhões de yuans (US$ 44,2 bilhões) no mercado financeiro, por meio de uma linha de crédito de médio prazo, em uma tentativa para manter a ampla liquidez no sistema bancário do país. A informação foi divulgada em comunicado publicado no microblog do PBoC nesta quarta-feira.

O BC chinês disse que ofereceu 127 bilhões de yuans em empréstimos de três meses e 158,5 bilhões de yuans em empréstimos de seis meses a 17 instituições financeiras, com uma taxa de juros de 2,75% e 2,85%, respectivamente. Segundo o PBoC, a linha de crédito de médio prazo (MLF, na sigla em inglês) foi introduzida para apoiar áreas importantes e elos fracos da economia do país. O instrumento foi adotado pelo PBoC em 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.