Esportes

Chiellini critica Felipe Melo e Balotelli em biografia

ROMA, 11 MAI (ANSA) – O zagueiro da Juventus Giorgio Chiellini escreveu uma biografia sobre sua história dentro e fora dos gramados. No livro, o italiano fez duras críticas aos jogadores Felipe Melo, do Palmeiras, e Mario Balotelli, do Brescia.   

O atleta de 35 anos disse que Felipe Melo era o “pior dos piores”, além de afirmar que o atual meia do Palmeiras era uma “maça podre”. Chiellini e o brasileiro atuaram juntos na Velha Senhora entre 2009 e 2011.   

“O Felipe Melo era o pior dos piores. Não consigo lidar com pessoas que não têm respeito e que vão contra tudo. Ele sempre estava no limite da briga. Avisei a diretoria do clube que ele era uma maça podre”, disse Chiellini em sua biografia, que teve alguns trechos divulgados pelo jornal “La Repubblica”.   

Algumas horas depois, o brasileiro não ficou quieto e respondeu o zagueiro italiano em uma entrevista ao “Gazzetta dello Sport”.   

Na oportunidade, Felipe Melo afirmou que nunca desrespeitou ninguém durante sua passagem por Turim.   

“Quando eu estava em Turim, nunca desrespeitei ninguém. Nisso, portanto, não tenho nada contra e nunca vou ter. Agora, ele fala que Balotelli deveria apanhar e que eu sou o pior dos piores? Bom, me desculpa, mas é fácil falar dos outros em um livro.   

Talvez ele esteja com raiva de mim porque quando estava no Galatasaray, eliminamos eles na Champions. Além disso, em nível internacional, ele não ganhou nada. Vou parar por aqui e não adicionarei mais nada, certas coisas devem ficar nos vestiários”, disse Melo.   

No livro, que será lançado nesta terça-feira (12), Chiellini também não poupou o atacante Balotelli. Sobre o atual atleta do Brescia, o zagueiro disse que ele não tem “respeito pelo grupo” e que é uma “pessoa negativa”.   

“Balotelli é uma pessoa negativa, que não tem respeito pelo grupo. Na Copa das Confederações de 2013, ele não nos ajudou em nada, merecia umas bofetadas. Para muitos, [Balotelli]estava entre os cinco melhores do mundo. Eu nunca acreditei que estivesse entre os 10 ou 20 melhores”, escreveu o veterano defensor.   

Assim como Melo, Balotelli também não deixou Chiellini sem resposta. O atacante do Brescia criticou o zagueiro da Juve em um storie em seu perfil no Instagram.   

“Pelo menos tenho sinceridade e coragem para dizer as coisas na cara. A partir de 2013, você teria tido muitas oportunidades para fazê-lo, se comportando como um homem de verdade, mas não o fez. Eu me pergunto o que você dirá um dia sobre os companheiros de equipe de hoje, estranho capitão… se isso significa ser um campeão, então eu prefiro não ser. E nunca desrespeitei a camisa da Azzurra”, afirmou Balotelli.   

Apesar das críticas, Chiellini também disse na entrevista que “não tem rancor” de nenhum dos dois atletas.   

Revelado pelo Livorno, Chiellini foi comprado em 2004 pela Juventus, mas só teve chance na equipe titular da Velha Sehnora na temporada 2005/06, após uma breve passagem pela Fiorentina.   

Com a camisa bianconera, o capitão do clube soma mais de 500 partidas e 17 títulos conquistados.(ANSA)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Conheça os quatro tipos de carros híbridos e suas diferenças
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior