Esportes

Chelsea perde para o Porto (1-0) mas avança às semifinais da Champions


O Chelsea se classificou para as semifinais da Liga dos Campeões apesar de ter perdido por 1 a 0 para o Porto nas quartas de final, nesta terça-feira em jogo disputado em Sevilha devido a restrições sanitárias em Portugal, graças à vitória de 2 a 0 no jogo de ida.

O iraniano Medhi Taremi foi o autor do único gol português, com uma linda bicicleta que chegou tarde demais, nos acréscimos (90 + 4), e não foi suficiente para ameaçar a classificação do Chelsea.

O time inglês vai enfrentar agora o vencedor do duelo desta quarta-feira entre Liverpool e Real Madrid (os espanhóis venceram o primeiro jogo, na capital espanhola, por 3 a 1).

Embora o Porto precisasse marcar dois gols (e não sofrer nenhum) para ao menos forçar a disputa nos pênaltis, o jogo começou muito equilibrado, com os portugueses tentando sem sucesso chegar à meta defendida por Edouard Mendy e com os ‘Blues’ à espera do adversário.

Houve muito pouco jogo proposto pelas duas equipes que pudesse alterar o placar no primeiro tempo, que terminou sem qualquer chute na direção do gol.

O Porto precisou de mais de uma hora de jogo e da entrada de Medhi Taremi para o jogador da seleção iraniana testar Mendy pela primeira vez, quando finalizou um cruzamento de Jesús Corona que o goleiro francês defendeu ao se lançar para a esquerda (65).


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Faltando 15 minutos para o fim, o técnico português Sérgio Conceição queimou seus últimos cartuchos mudando toda a parte ofensiva, colocando o colombiano Luis Díaz, o brasileiro Evanilson e Wilson Manafá.

Mas os ‘Blues’ se mantiveram bem organizados na defesa, apesar dos problemas físicos sofridos no final pelo veterano zagueiro brasileiro Thiago Silva, com câimbras, e do golaço de Taremi, com uma espetacular bicicleta, que veio tarde demais.

O Chelsea não se classificava para as semifinais da principal competição europeia de clubes desde 2014, dois anos depois de ter conquistado a ‘Champions’ pela primeira e única vez.

Uma mudança espetacular para um time que parecia morto em janeiro, quando o clube decidiu demitir Franck Lampard, quando estava longe do topo da Premier League (atualmente é o quinto e luta para se classificar para a próxima Liga dos Campeões) e parecia sem muito futuro na Europa.

jc/mcd/pm/aam

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

champions fbl