Esportes

“Chegamos bem para enfrentar o Brasil”, diz Messi, que volta a criticar gramados

O craque Lionel Messi disse que a Argentina está em boas condições para enfrentar o Brasil depois de conseguir nesta sexta-feira avançar para as semifinais ao vencer por 2 a 0 a Venezuela e espantar as dúvidas que rondavam sua seleção após uma campanha mediana na primeira fase.

Perguntado sobre o duelo entre as duas superpotências do continente na terça-feira no Mineirão, em Belo Horizonte, Messi declarou: “É difícil dizer quem é favorito entre Argentina e Brasil, e ainda mais nesta Copa América, onde qualquer seleção pode vencer”.

“Temos respeito por eles, sabemos o que o Brasil significa. Mas mesmo jogando em casa, eles têm se desgastado muito, a classificação foi difícil. Mas o Brasil tem jogadores que desequilibram”. acrescentou o craque.

E depois de consequir vencer a Venezuela na melhor partida da Albiceleste no torneio, Messi advertiu: “Chegamos bem para poder enfrentar o Brasil, mas temos que estar muito concentrados”.

Messi, que já havia reclamado do estado do gramado da Arena do Grêmio em Porto Alegre, criticou também o do Maracanã, onde disputou a partida das quartas de final nesta sexta: “Os campos realmente são muito difíceis, não favorecem o bom jogo. Junta muita gente no meio e para sair disso tem que jogar rápido e com esses gramados não dá, não se consegue conduzir. (…) A bola quica para todos os lados, mas é igual para todos”.

O camisa 10, que busca seu primeiro título vestindo a camisa da Albiceleste, surpreendeu ao fazer uma autocrítica: “Não está sendo minha melhor Copa América, o que eu esperava. Mas, como disse, não se pode jogar muito, para atacar, fazer algo diferente, se junta muita gente na frente também. Mas o importante é que vencemos, temos que seguir.”.

Apesar disso, ele destacou que “há um grupo de garotos muito bom, que vai além do lado futebolístico” e que “a nível humano foi montado um grupo muito lindo”.

Perguntado sobre o técnico Lionel Scaloni, Messi afirmou que “o vê muito unido com sua comissão técnica e conosco. Temos um objetivo e vamos juntos de mãos dadas”.

Sobre a partida contra a Venezuela, Messi destacou que foi um duelo “muito completo, defensivamente não tivemos problemas e a equipe esteve muito firme o tempo todo”.

“Não cedemos espaços quando eles partiram para cima. Ficamos unidos e esperamos a chance para poder sair rápido”, acrescentou.

ol-mcd/ma/aam

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel